Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

mata-pasto

mata-pastomata-pasto | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ma·ta·-pas·to ma·ta·-pas·to


(forma do verbo matar + pasto)
nome masculino

[Botânica]   [Botânica]  Designação comum a várias plantas da família das compostas e da família das leguminosas, que invadem os pastos e muitas vezes matam as gramíneas de que se alimenta o gado.

Plural: mata-pastos.Plural: mata-pastos.
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

pasto Passa boi Passa boiada Passa galho De inagaseira Debruçada No riacho Que vontade de cantar Aô ... Quando me prendera No canaviá Cada pé de cana Era um ofício Aô ... Menina bonita Do vestido verde Me dá sua boca Pra mata minha sede Aô ... Vou mimbara vou mimbara Não gosto daqui Nasci no Sertão Sou

Em Geopedrados

desejo para mim. Por isso, escreveu Aristóteles, “diz-se que os homens convivem e não como para o gado, que condividem o pasto ”. Giorgio Agamben escreveu que a amizade é a “instância desse com-sentimento da existência do amigo no sentimento da existência própria”. Em outro momento ele observa que o amigo

Em Baú de Fragmentos: Enchendo esse mundo de causos

, refletindo a cultura cabocla: “Quem sabe se a água vai ser muita ou pouca é o carão cantando dobrado, formiga-de-fogo fazendo ninho nas touceiras de mata-pasto , arroz nativo florescendo cedo, mauari mudando de poleiro, saracura fazendo potes na voz”. Pesquisa O professor José Márcio Ayres, pesquisador do

Em Manuel Dutra

Com 89 milhões de cabeças de gado, só a Amazônia abriga hoje 42% do rebanho brasileiro. Após décadas de avanço "predatório" da pecuária, especialistas dizem ser possível zerar desmatamento sem perdas econômicas. A Amazônia está virando pasto . É o que números mostram: quase 42% do rebanho brasileiro

Em Tupiniquim

, em grande parte, a liberdade que tanto aprecia, pouco se tem associado às diferentes manifestações comemorativas. Achando mais leve a «albarda» quando corre, quase em massa, aos campos de futebol. Dêem-lhe campos relvados e dar-lhe-ão « pasto » para engordar a pasta compacta da mioleira, que é o

Em humorgrafe
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual das frases está correcta? Situação A: 1) Devo-lhes dizer que a comida está saborosa. 2) Devo dizer-lhes que a comida está saborosa. Situação B: 1) Está-se a pensar naquilo (de) que mais gostaram de fazer. 2) Está a pensar-se naquilo (de) que mais gostaram de fazer. Coloca-se (de) ou não na frase? Diz-se Está-se a pensar... ou Está a pensar-se...
A dúvida menciona dois tópicos diferentes.
O primeiro relaciona-se com a colocação dos clíticos, pronomes pessoais de uma só sílaba (como o, a, me, nos, lhe, se, etc.), que não têm acentuação própria e por isso dependem do acento da palavra que está imediatamente antes ou depois (normalmente um verbo). Sobre esta questão aconselhamos a leitura da dúvida posição dos clíticos, para uma introdução mais geral ao tema tratado. Para uma resposta mais específica à dúvida, aconselhamos a leitura de outras dúvidas já respondidas sobre o mesmo assunto: sobre a situação A, pode ser consultada a dúvida posição dos clíticos com o verbo dever como auxiliar e respectiva remissão para posição dos clíticos em locuções verbais, a qual poderá também ser consultada para a dúvida relativa à situação B.

O segundo tópico abrange a estrutura argumental do verbo gostar. Este verbo constrói-se habitualmente com a preposição de (ex.: Gosta de chocolate; Gostaram de ir ao cinema), mas é muito usual esta preposição ser elidida quando o complemento do verbo é uma oração introduzida por uma conjunção completiva (ex.: Ele não gosta [de] que façam barulho; O carro [de] que gostamos é muito caro). Este fenómeno, comum a outros verbos (ex.: Convenceu a mãe [de] que precisava de dinheiro), não é de aceitação generalizada, pelo que, em registos formais ou cuidados, deverá ser evitado (ex. Ele não gosta de que façam barulho; O carro de que gostamos é muito caro).




Solicito a sua correção para o seguinte: "Prezados Senhores, Encaminhamo-lhes para publicação no Diário Oficial, o Edital [...]" ou "Encaminhamos-lhes para publicação [...]"?
Com o pronome lhe a forma verbal não deve sofrer alterações: encaminhamos-lhes. Se, porém, fosse o pronome o ou a, a forma verbal sofreria alteração e também o pronome (ex.: encaminhamos o documento --> encaminhamo-lo).
pub

Palavra do dia

cor·ni·fes·to cor·ni·fes·to


(origem obscura)
nome masculino

[Viticultura]   [Viticultura]  Casta de uva tinta.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/mata-pasto [consultado em 28-05-2022]