PT
BR
Pesquisar
Definições



legitimamente

A forma legitimamentepode ser [derivação de legítimolegítimo] ou [advérbio].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
legitimamentelegitimamente
( le·gi·ti·ma·men·te

le·gi·ti·ma·men·te

)


advérbio

De modo legítimo.

etimologiaOrigem etimológica:legítimo + -mente.
legítimolegítimo
( le·gí·ti·mo

le·gí·ti·mo

)


adjectivoadjetivo

1. Fundado no direito, na razão ou na justiça.

2. Que tem carácter ou força de lei. = LEGAL

3. Genuíno, verdadeiro. = LÍDIMO

4. Natural; justo; justificado.

5. Proveniente de matrimónio (ex.: filho legítimo).

etimologiaOrigem etimológica:latim legitimus, -a, -um, estabelecido por lei.

Auxiliares de tradução

Traduzir "legitimamente" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Ao fazer a pesquisa do termo prescindir, observei que constava como verbo intransitivo. Pesquisei, no entanto, no dicionário Aurélio e constava como verbo transitivo. Gostaria de alertar para esse possível erro.
Apesar de, actualmente, o verbo prescindir dever ser considerado um verbo transitivo indirecto, como faz o Aurélio, a classificação mais tradicional em dicionários portugueses (diferentemente de dicionários brasileiros como o Aurélio ou o Houaiss) é classificar verbos com regência de proposições que não sejam a (como "entregar a") como intransitivos (como é o caso de "prescindir de"). Em casos semelhantes, é normal encontrar discrepâncias entre dicionários portugueses e brasileiros, sendo a classificação dos segundos geralmente mais rigorosa.



Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.