Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub
jajãojajão | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ja·jão ja·jão
(origem obscura)
substantivo masculino

[Angola, Informal]   [Angola, Informal]  Conversa para enganar ou convencer. = LÁBIA, MENTIRA, PALAVRÓRIO

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual é o correto: hoje é dia 16 ou hoje são 16?
As duas formas (hoje é dia 16/hoje são 16) estão correctas, pois o verbo ser está a concordar com o predicativo do sujeito no singular (dia 16) ou no plural (16).

O que poderia colocar dúvidas de correcção seria hoje é 16, pois nesse caso não haveria concordância com o predicativo do sujeito. Este caso pode ser interpretado de duas maneiras:

1) Trata-se de uma construção impessoal, isto é, sem sujeito, porque a palavra hoje seria apenas um adjunto adverbial e por isso o verbo, não podendo concordar com o sujeito, deve concordar com o predicativo do sujeito (hoje são 16). Outro exemplo muito semelhante é o das horas (ex.: São 16 horas, ou, se quiséssemos encontrar um adjunto adverbial semelhante, Agora são 16 horas). De acordo com esta interpretação, a construção hoje é 16 estaria incorrecta; no entanto, esta construção é muitas vezes aceite por se entender que a palavra dia está subentendida (hoje é [dia] 16).
2) Trata-se de uma construção em que hoje é sujeito, à semelhança de uma construção como A próxima sexta-feira é dia 16 ou As próximas sextas-feiras serão dia 16 e dia 23. Neste caso, se se entendesse que hoje é sujeito, o verbo poderia concordar com o sujeito ou com o predicativo do sujeito, isto é, as construções Hoje é 16 ou Hoje são 16 estariam correctas.




Consultei o verbo ungir no Dicionário Priberam e o mesmo está conjugado como se fosse verbo irregular, mas o referido verbo eu aprendi como verbo defectivo que não se conjuga na primeira pessoa do presente do indicativo. Houve alguma mudança nesse sentido? Aguardo.
A defectividade de determinados verbos sempre foi objecto de discussão entre linguistas e gramáticos, uma vez que, apesar de alguns serem considerados defectivos em determinadas acepções, o uso das restantes formas que não fazem parte do paradigma defectivo é sempre possível em determinados contextos. Enquanto até há pouco tempo os dicionários de língua e de conjugação registavam alguns verbos como defectivos, existem obras que actualmente conjugam os mesmos verbos em todas as pessoas, fazendo a indicação da sua defectividade nas gramáticas tradicionais.

No que diz respeito especificamente ao verbo ungir, para além do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o Dicionário Houaiss também conjuga este verbo em todas as suas pessoas.

pub

Palavra do dia

ja·ne·a·nes ja·ne·a·nes
(talvez de João Anes, antropónimo)
substantivo de dois géneros e de dois números

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa que se considera ter pouca importância. = BIGORRILHAS, JAGODES, JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

adjectivo de dois géneros e dois números e substantivo feminino de dois números
adjetivo de dois géneros e dois números e substantivo feminino de dois números

2. [Viticultura]   [Viticultura]  Diz-se de ou casta de uva. = SEM-NOME

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/jaj%C3%A3o [consultado em 19-09-2018]