PT
BR
Pesquisar
Definições



guerrinha

A forma guerrinhaé [derivação feminino singular de guerraguerra].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
guerraguerra
|é| |é|
( guer·ra

guer·ra

)


nome feminino

1. Inimizade declarada e luta armada entre nações ou partidos.CONCÓRDIA, PAZ

2. [Por extensão] [Por extensão] Inimizade e actos hostis entre grupos ou pessoas. = ANTAGONISMO, CONFLITO, HOSTILIDADE, OPOSIÇÃOCONCÓRDIA, PAZ

3. Arte militar.

4. Profissão de militar.

5. Conjunto de operações militares. = CAMPANHA

6. [Jogos] [Jogos] Jogo de bilhar entre três jogadores.


guerra aberta

Guerra declarada (ex.: os rebeldes estão em guerra aberta contra os militares).

Oposição ou hostilidade constante (ex.: estabeleceu-se um clima de guerra aberta entre o dirigente partidário e o líder da oposição).

guerra civil

A que se trava entre pessoas ou facções do mesmo país ou da mesma pátria; guerra intestina (ex.: guerra civil espanhola).

guerra é guerra

Expressão usada para indicar a aceitação ou a justificação das consequências de um conflito ou de uma guerra (ex.: o guerrilheiro afirmou que o que importa é matar ou morrer, porque guerra é guerra).

guerra fria

Situação de hostilidade (ideológica, política, económica, tecnológica, militar) entre nações, que procuram sabotar o regime adversário sem recurso ao conflito armado directo, mediante jogos de influência, pressões económicas, propaganda, espionagem ou outras acções indirectas.

Estado de tensão entre adversários que evitam realizar confrontos violentos.

guerra intestina

Guerra civil.

guerra santa

A que se trava por motivos religiosos.

etimologiaOrigem etimológica:germânico werra, combate.
Confrontar: gerra.

Auxiliares de tradução

Traduzir "guerrinha" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a forma correcta: frequência do quarto ou frequência no quarto ano?
O substantivo frequência é geralmente seguido da preposição de (ou das suas contracções), como indica o Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjectivos (25.ª ed., São Paulo: Globo, 2000), de Francisco Fernandes, e como atestam pesquisas efectuadas em corpora e em motores de busca da Internet.



Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).