Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
gramáticagramática | s. f.
fem. sing. de gramáticogramático
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

gra·má·ti·ca gra·má·ti·ca
substantivo feminino

1. Estudo e tratado dos factos de uma língua e das leis que a regem.

2. Livro em que se acham expostas as regras da linguagem.Ver imagem


gramática generativa
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Gramática formal capaz de gerar o conjunto infinito das frases de uma língua por meio de um conjunto finito de regras.

gramática gerativa
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  O mesmo que gramática generativa.


gra·má·ti·co gra·má·ti·co
adjectivo
adjetivo

1. Relativo à gramática.

substantivo masculino

2. Aquele que se dedica a estudos gramaticais ou escreve sobre gramática.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "gramática" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se o feminino de anjo é anja e se está certo.
Não entrando na questão do sexo dos anjos (serão ou não seres assexuados?), a palavra anjo é um substantivo sobrecomum, isto é, tem um só género gramatical (é masculina: o anjo era bonito) mas designa indivíduos de ambos os sexos, não apresentando por isso uma forma feminina *anja.

O mesmo se passa, aliás, com os substantivos femininos pessoa, testemunha ou vítima, por exemplo, que designam ambos os sexos, não existindo as formas masculinas *pessoo ou *vítimo e correspondendo testemunho a outro significado, que não o feminino de testemunha.

Nestes casos, quando se quer discriminar o sexo do indivíduo, usa-se uma expressão como a pessoa do sexo feminino, a testemuna masculina, a vítima do sexo masculino. O mesmo se poderá fazer no caso de anjo: o anjo do sexo feminino.




Qual a frase correcta e porquê?
1 - Não tens nada a ver com isso.
2 - Não tens nada a haver com isso.
Apesar de a frase 1 ser, estatística e semanticamente, a mais provável, nenhuma das frases está incorrecta. Na frase 1 a locução ter a ver com significa "estar relacionado" ou "dizer respeito" (ex.: essa questão não tem nada a ver com a empresa). Na frase 2 a locução ter a haver, muito mais rara, significa "ter a receber" ou “ficar na posse de algo” (ex.: não tenho nada a haver deles mas também não lhes devo nada).

A semelhança fonética entre as duas locuções acima explicitadas está na origem desta dúvida, comum a muitos falantes de português. No entanto, na estrutura tu não tens nada a _____ [ver/haver] com isso, é altamente provável que a intenção seja a de indicar que o assunto de que se está a falar [isso] não diz respeito ao interlocutor, pelo que, nesse caso, a única forma correcta de transmitir esse significado é através da locução ter a ver com, tal como ela é usada na frase 1.

pub

Palavra do dia

jor·gen·se jor·gen·se
([São] Jorge, topónimo + -ense)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo ou pertencente à ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores.

substantivo de dois géneros

2. Natural ou habitante da ilha de São Jorge.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/gram%C3%A1tica [consultado em 23-04-2019]