PT
BR
Pesquisar
Definições



gentinha

A forma gentinhapode ser [derivação feminino singular de gentegente] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
gentinhagentinha
( gen·ti·nha

gen·ti·nha

)


nome feminino

1. [Depreciativo] [Depreciativo] A classe social mais baixa. = POVINHO

2. [Depreciativo] [Depreciativo] Gente considerada de baixa condição moral, cultural e social. = CANALHA, RALÉ, SÚCIA

sinonimo ou antonimoSinónimoSinônimo geral: GENTALHA

etimologiaOrigem etimológica:gente + -inha, feminino de -inho.
gentegente
( gen·te

gen·te

)


nome feminino

1. Conjunto indeterminado de pessoas.

2. Conjunto dos habitantes de um território, país. = POPULAÇÃO, POVO

3. Género humano. = HUMANIDADE

4. Alguma ou algumas pessoas (ex.: ainda há gente na rua a esta hora).NINGUÉM

5. Grupo de pessoas com afinidades ou interesses comuns.

6. Grupo de homens armados. = BANDO

7. Índole das pessoas.

8. Ser humano. = PESSOA

9. Os membros de uma família.

gentes


nome feminino plural

10. Povos, nações (ex.: o direito das gentes é o direito internacional).


a gente

[Informal] [Informal] Locução que corresponde semanticamente ao pronome pessoal nós, mas gramaticalmente a uma terceira pessoa do singular, e que designa o grupo em que se integra quem fala ou escreve (ex.: a gente vai chegar atrasada). [Confrontar: agente.] = A MALTA

gente de paz

Gente pacífica e amiga.

gente de pé

Infantaria.

toda a gente

Conjunto total das pessoas (ex.: podemos começar porque já chegou toda a gente; toda a gente já ouviu falar disso).

etimologiaOrigem etimológica:latim gens, gentis, conjunto de pessoas com o mesmo nome, raça, família.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:gentio.
Ver também resposta à dúvida: nós e a gente.

Auxiliares de tradução

Traduzir "gentinha" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber a vossa definição da palavra antropofágico e gostaria também que me dessem um exemplo de como a palavra escatológico pode ser usada com vários sentidos.
O adjectivo antropofágico designa o que é relativo a antropofagia ou a antropófago (cujas definições poderá encontrar no Dicionário da Língua Portuguesa On-line, seguindo as hiperligações) e pode, na maioria dos contextos, ser sinónimo de canibalesco.

O adjectivo escatológico diz respeito a escatologia, mas, atendendo a que esta palavra corresponde a dois homónimos (isto é, palavras que se escrevem e lêem de maneira igual, mas que têm significados e etimologias diferentes), pode ter significados diferentes consoante os contextos. Por exemplo, humor escatológico poderá dizer respeito ao humor feito com recurso a alusões aos excrementos e necessidades fisiológicas; por outro lado, filosofia escatológica poderá dizer respeito à filosofia que trata do que pode acontecer no fim do mundo ou no fim dos tempos.




Escreve-se pôr do sol ou pôr-do-sol? E qual o plural?
Os dicionários e vocabulários de língua portuguesa não são unânimes no que respeita à grafia de pôr do Sol/pôr-do-sol, pois se há uns, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, 2001), que registam a forma hifenizada pôr-do-sol, outros há, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002), que preferem o registo da locução substantiva pôr do Sol (o Dicionário Houaiss não maiusculiza sol, mas, como se trata do astro propriamente dito, a utilização da maiúscula é necessária). Este último dicionário justifica a preferência pela locução com base no facto de o pôr ser um fenómeno astronómico comum a vários astros e não exclusivo do Sol, e também porque nenhum dicionário regista a correspondente palavra hifenizada nascer-do-sol. Este argumento parece fazer algum sentido, especialmente se considerarmos que construções como do pôr ao nascer do Sol não permitem a utilização do hífen.

Assim sendo, e uma vez que ambas as variantes se encontram registadas em obras lexicográficas de língua portuguesa, poderá optar por qualquer uma das duas formas, não devendo esquecer que num mesmo texto deverá manter a mesma opção, por uma questão de coerência.

O plural deverá ser pores do Sol ou pores-do-sol.