Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

gata

gatagata | n. f.
fem. sing. de gatogato
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ga·ta ga·ta


nome feminino

1. Fêmea do gato.

2. [Ictiologia]   [Ictiologia]  Nome vulgar de uma espécie de peixe também chamado cascarra.

3. [Ictiologia]   [Ictiologia]  Peixe esqualiforme (Dalatias licha), cuja pele se torna muito áspera depois de seca. = PEIXE-GATA

4. [Náutica]   [Náutica]  Gávea do mastro da mezena.

5. [Náutica]   [Náutica]  Âncora com um só braço (ferro de tesoura).

6. [Botânica]   [Botânica]  Espécie de pepino do Egipto.

7. [Informal]   [Informal]  Bebedeira.

8. [Informal]   [Informal]  Reprovação escolar.

9. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Resguardo do pombal.

10. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Mulher muito atraente.

11. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Namorada.


de gatas
Com as mãos e os joelhos no chão. = DE GATINHAS, DE QUATRO

não poder com uma gata pelo rabo
[Informal]   [Informal]  Estar exausto, sem força física. = NÃO PODER COM UM GATO PELO RABO


ga·to ga·to


(latim cattus, -i)
nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]  Mamífero (Felis catus) digitígrado, da ordem dos carnívoros, tipo da família dos felídeos, de que há várias espécies, uma das quais é o gato doméstico.Ver imagem

2. Vergalhão de ferro com espigões (grampo) para manter unidas as pedras das paredes.

3. Pedacinho de arame com que se conserta louça partida.

4. Peça de ferro em forma de grampo, entre a qual e a madeira da porta joga a tranqueta da aldraba.

5. Utensílio de tanoeiro para arquear as vasilhas.

6. Peça de ferro com que se endireitam as aduelas.

7. [Caça]   [Caça]  Ferro com um gancho para caçar.

8. Excesso de carne na parte superior do pescoço das cavalgaduras. (Também se diz gato carnoso.)

9. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Erro, engano.

10. Troca de uma palavra ou de uma letra por outra, num texto escrito.

11. [Portugal: Alentejo]   [Portugal: Alentejo]  Pele preparada, em forma de odre, para levar vinho.

12. Pedaço de fazenda que o alfaiate furta ao freguês.

13. [Marinha]   [Marinha]  Gancho de que se dependura um moutão.

14. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Mentira.

15. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Desvio ou prolongamento ilegal de um ponto de fornecimento de energia eléctrica (ex.: fazer um gato). = GAMBIARRA

adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

16. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Que ou o que é fisicamente atraente (ex.: ela é muito gata; o namorado é um gato).


aqui há gato
Expressão que indica suspeitas ou dúvidas relativamente a alguma coisa. = AQUI HÁ COISA

como gato por brasas
Ao de leve, superficialmente.

gato escondido com o rabo de fora
[Informal]   [Informal]  Coisa que se quer escondida, mas que é descoberta por um pormenor, um descuido.

gato por lebre
Com engano, dando ou recebendo algo com qualidade inferior ao que é esperado (ex.: comprou gato por lebre; não deixe que lhe vendam gato por lebre).

não poder com um gato pelo rabo
[Informal]   [Informal]  Estar exausto, sem força física. = NÃO PODER COM UMA GATA PELO RABO

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "gata" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...Esta é a história de Ted, que vive com a filha Lauren e a gata Olívia, numa casa perfeitamente banal, ao fundo de uma rua igualmente banal..

Em As Leituras da Fernanda

...Esta é a história de Ted, que vive com a filha Lauren e a gata Olívia, numa casa perfeitamente banal, ao fundo de uma rua igualmente banal..

Em www.clubedoslivros.pt

Talvez por isso a minha gata se chame Úrsula..

Em VISEU, terra de Viriato.

A pequena Uuga é filha de uma gata de rua, irmã da Aurora, da Julieta e do Rupi..

Em Animais do Cantinho dos Animais de Évora

O pequeno Rupi é filho de uma gata de rua, irmã da Aurora, da Uuga e da Uuga..

Em Animais do Cantinho dos Animais de Évora
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Eu gostaria de saber se a palavra pró-atividade se escreve junto ou sem hífen e o significado da mesma.
Os dicionários de língua portuguesa não são unânimes em relação à grafia destas palavras, que alternam entre pró-actividade (pró-atividade, no português do Brasil) e proactividade (proatividade, no português do Brasil) e pró-activo (pró-ativo, no português do Brasil) e proactivo (proativo, no português do Brasil), uma vez que existem ambos os prefixos (pró- e pro-) com o sentido “a favor" ou "em defesa de”. O prefixo pró- separa-se sempre do elemento seguinte por hífen (ex.: pró-actividade, pró-americano, pró-ocidental, pró-socialista) e o prefixo pro- nunca se separa do elemento que se lhe segue (ex.: proactividade, procataléctico, procatártico), pelo que nenhuma das grafias pode ser considerada incorrecta, apesar de se notar uma tendência mais acentuada, nas obras lexicográficas, para o uso do prefixo pró-. O uso e registo das formas proactivo e proactividade podem também estar relacionados com o facto de o étimo mais próximo dessas palavras ser o inglês proactive.

Pró-actividade é um conceito utilizado frequentemente na área de gestão de empresas e designa a capacidade que alguém ou algo tem de fazer com que determinadas coisas aconteçam ou se desenvolvam.

É de referir que, pelo menos até à entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990, as formas proactividade e pró-actividade são exclusivas do português europeu e as formas proatividade e pró-atividade são exclusivas do português do Brasil.




Devemos colocar um hífen a seguir a "não" em palavras como "não-governamental"? "Não governamental" é igual a "não-governamental"? O novo Acordo Ortográfico de 1990 muda alguma coisa?
A utilização e o comportamento de não- como elemento prefixal seguido de hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual e tem sido justificada por vários estudos sobre este assunto.

Este uso prefixal tem sido registado na tradição lexicográfica portuguesa e brasileira em dicionários e vocabulários em entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como virtualmente qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

O Acordo Ortográfico de 1990 não se pronuncia em nenhum momento sobre este elemento.

Em 2009, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras (ABL), sem qualquer explicação ou argumentação, decidiu excluir totalmente o uso do hífen neste caso, pelo que as ferramentas da Priberam para o português do Brasil reconhecerão apenas estas formas sem hífen. Sublinhe-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOLP e não da aplicação do Acordo Ortográfico.

Também sem qualquer explicação ou argumentação, os "Critérios de aplicação das normas ortográficas ao Vocabulário Ortográfico do Português"  [versão sem data ou número, consultada em 01-02-2011] do Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), desenvolvido pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), e adoptado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 do governo português, aprovada em 9 de Dezembro de 2010 e publicada no Diário da República n.º 17, I Série, pág. 488, em tudo à semelhança do VOLP da ABL, afirmam excluir o uso do hífen nestes casos. A aplicar-se este critério, deve sublinhar-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOP e não da aplicação do Acordo Ortográfico. No entanto, a consulta das entradas do VOP [em 01-02-2011] permite encontrar formas como não-apoiado, não-eu, não-filho, o que implica o efectivo reconhecimento da produtividade deste elemento. Por este motivo, os correctores e o dicionário da Priberam para o português europeu reconhecerão formas com o elemento não- seguido de hífen (ex.: não-agressão, não-governamental). A este respeito, ver também os Critérios da Priberam relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

y·oun·gui·a·no y·oun·gui·a·no


(Young, antropónimo + -iano)
adjectivo
adjetivo

1. Relativo a Arthur Young (1741-1820), economista e agrónomo inglês, ou às suas doutrinas.

2. Relativo a Edward Young (1683-1765), poeta e filósofo inglês, ou à sua escola.

3. Relativo a Thomas Young (1773-1829), médico, físico e egiptólogo inglês, ou às suas teorias.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/gata [consultado em 26-09-2021]