Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

garra

garragarra | n. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de garrargarrar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

gar·ra gar·ra


nome feminino

1. Cada uma das unhas das aves de rapina ou dos animais carnívoros.Ver imagem

2. [Por extensão]   [Por extensão]  Mão, dedos.

3. Poder (toma-se sempre a má parte).

4. [Figurado]   [Figurado]  O que arrebata.

5. [Botânica]   [Botânica]  Gavinha.

6. [Técnica]   [Técnica]  Gancho, garrucha (com que se puxa alguma coisa).

7. [Marinha]   [Marinha]  Acto de garrar.

8. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Porca gorda.

9. Mulher imunda.

10. Cabedal ruim.

11. [Brasil: Regionalismo]   [Brasil: Regionalismo]  Arreios grosseiros.


ir à garra
Ir garrando.

Confrontar: jarra.

gar·rar gar·rar

- ConjugarConjugar

verbo intransitivo

1. Ir a embarcação à mercê da água por ter rebentado a amarra ou por a âncora não fazer presa.

verbo transitivo

2. Desprender (amarra).

3. Passar adiante de (ex.: garrar um porto).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "garra" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...reentro na noite de 24 de Agosto, em Eindhoven, para ampliar um 'grito de garra ', uma das manifestações de contentamento pela passagem à fase de grupos da Champions...

Em O INDEFECTÍVEL

...ponto de partida e estímulo para suas digressões, nas quais uma mescla cativante de garra e fantasia constituía a regra..

Em Geopedrados

...Não foi uma prova fácil, entrei e tive que ir pra cima, com muita garra no último salto..

Em Caderno B

A jogar com menos um desde os 32 minutos só muita garra , querer e ambição podiam dar-nos a qualificação..

Em Diário de um Benfiquista

...sendo que se apresentou a alto nível na segunda parte com uma remontada na garra e na raça frente a um candidato à subida de divisão..

Em futebol matosinhos
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Estou estudando verbos, mas aprendi que existem 3 modos verbais; aqui neste site, vi que tem mais que três. Ainda não conhecia o que está aqui neste site. Por favor, gostaria que me explicasse. O que eu conheço são os modos no indicativo, subjuntivo e o imperativo.
Tal como é afirmado na Gramática Priberam, no capítulo sobre os Modos dos Verbos, são geralmente considerados pelos gramáticos três modos verbais: o indicativo (ex.: ele foi a São Paulo), o conjuntivo ou subjuntivo (ex.: talvez haja boas notícias) e o imperativo (ex.: come a sopa!). Há, no entanto, autores que referem que o condicional ou futuro do pretérito, o futuro do indicativo e o infinitivo podem também eles apresentar valores modais em certos contextos.

A divisão patente na conjugação dos verbos do Dicionário Priberam e no conjugador do FLiP apresenta uma categorização mista entre modos, tempos e formas nominais do verbo. Iremos, no entanto, repensar esta categorização para que os nossos usuários não sejam induzidos em erro.




Sempre aprendi que o correto era falar supérfulo. Porém de uns anos para cá vejo pessoas falando supérfluo e sempre imaginei que elas estavam falando errado. Procurei no dicionário Priberam e vi que supérfulo não existe. Está incorreto mesmo? Realmente não existe? Se eu falar vou passar vergonha? Sempre aprendi que assim era correto e sentirei dificuldade de falar supérfluo pois sempre imaginei ser errado. Podem me ajudar e me dizer qual das pronúncias está correta e se supérfulo realmente está errado?
A única forma correcta e atestada em dicionários é supérfluo, adjectivo derivado do latim superfluus.
O fenómeno que acontece em supérfluo, quando erradamente pronunciado ou escrito *supérfulo, é denominado por metátese e corresponde a uma troca de letras ou sons no interior de uma palavra. Há casos em que a metátese reflecte uma mudança linguística, isto é, corresponde efectivamente a uma alteração na evolução de uma palavra enquadrada na história da língua (é o caso, por exemplo, do advérbio latino semper que evoluiu para o português sempre). Não parece, porém, tratar-se de mudança linguística o que acontece com a metátese em supérfluo, quando pronunciado ou escrito *supérfulo. Em português, a estrutura regular de uma sílaba é uma sequência consoante-vogal (ex.: ba-ta-ta); há inúmeros casos que não seguem esta estrutura, mas esta é estatisticamente aquela que é mais frequente. Por este motivo, muitos falantes tendem a manter este padrão na pronúncia e a sequência consonântica -fl- seguida da sequência vocálica -uo em supérfluo é transformada numa sequência consoante-vogal-consoante-vogal (-fulo), fazendo uma regularização silábica abusiva e originando uma forma incorrecta *supérfulo.

Poderá consultar também outra resposta sobre o mesmo assunto em pronúncia de impregnar.

pub

Palavra do dia

war·fa·ri·na war·fa·ri·na


(inglês warfarin, de W[isconsin] A[lumni] R[esearch] F[oundation], sociónimo + [cum]arin, cumarina)
nome feminino

[Química]   [Química]  Substância (C19H16O4) usada como anticoagulante na prevenção de tromboses e na composição de raticidas. = VARFARINA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/garra [consultado em 24-09-2021]