Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
futebolfutebol | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fu·te·bol fu·te·bol
(inglês foot-ball)
substantivo masculino

1. [Desporto]   [Esporte]  Desporto em que 22 jogadores, divididos em dois campos, se esforçam por introduzir uma bola na baliza do campo adversário, sem intervenção das mãos, durante uma partida dividida em dois tempos de 45 minutos cada um.


futebol americano
[Desporto]   [Esporte]  Modalidade desportiva semelhante ao râguebi.

futebol de praia
[Desporto]   [Esporte]  Modalidade desportiva semelhante ao futebol, com regras adaptadas para ser jogada num campo de areia de menores dimensões do que o do futebol.

futebol de salão
[Desporto]   [Esporte]  Modalidade desportiva semelhante ao futebol, jogada entre duas equipas de cinco jogadores, com uma bola e num campo mais pequenos que os de futebol, geralmente num piso de madeira, de cimento ou de material sintético semelhante. = FUTSAL

futebol totó
[Brasil]   [Brasil]   [Jogos]   [Jogos]  Jogo que consiste numa mesa rectangular onde estão representados futebolistas fixos em barras móveis que os jogadores devem movimentar de maneira a inserir uma pequena bola na baliza do adversário. (Equivalente no português de Portugal: matraquilhos.)Ver imagem = PEBOLIM, TOTÓ


Ver também dúvida linguística: futebol, balípodo, bolapé, ludopédio, pedibola.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "futebol" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Escreve-se irei referir ou referirei ? Qual das formas é a mais correcta?
As duas expressões são correctas e equivalentes. A primeira (irei referir) corresponde a uma forma perifrástica, formada pelo futuro do verbo ir, aqui utilizado como auxiliar, seguido do verbo principal referir no infinitivo; paralelamente, é ainda usado no mesmo contexto a perifrástica com o verbo auxiliar ir no presente do indicativo, seguido de infinitivo (ex.: vou referir). A segunda expressão corresponde à forma do futuro simples do indicativo (referirei). A escolha entre estas duas maneiras de exprimir o tempo futuro depende do falante, mas o uso da perifrástica é usualmente preferido no discurso oral, enquanto o uso do futuro simples ocorre essencialmente no discurso escrito.



Trabalho na área de educação, mais especificamente com a filosofia Yôga. Sou professor da Universidade de Yôga e estou precisando da vossa ajuda. A palavra Yôga com acento circunflexo encontra-se nos dicionários de Portugal, mas infelizmente não nos brasileiros. Estou falando do Yôga e não da ioga. O primeiro é uma filosofia milenar com mais de 5000 anos, cuja pronúncia correta é com "o" fechado, já o segundo trata-se de uma terapia que surgiu no Rio de Janeiro na década de sessenta. Os dois são totalmente diferentes, porém apenas a ioga, que é muito mais recente, aparece no dicionário. Não seria útil que este dois nomes, de grafia tão semelhante, estivessem no dicionário? Nos dicionários portugueses a palavra Yoga aparece com "y", mas não com acento circunflexo. Entretanto encontramos a palavra sempre no gênero masculino, indicando uma pronúncia com o "o" fechado, diferentemente do Brasil em que temos apenas a Ioga de gênero feminino.
A questão levantada coloca um problema, frequente nos utilizadores e nos dicionários de língua portuguesa, ao nível da adaptação ao português de palavras estrangeiras, nomeadamente ao nível da ortografia e da atribuição de género.

Em termos de definição de conceitos, não haverá maior rigor do que o de especialistas como o utilizador que colocou esta questão, mas o registo lexicográfico em dicionários de língua obedece também aos textos legais (nomeadamente acordos ortográficos e decretos-lei afins). Assim sendo, e em conformidade, em Portugal, com o Acordo Ortográfico de 1945, ou, no Brasil, com a Lei nº 5765, de 18 de Dezembro de 1971 que aprova alterações na ortografia da língua portuguesa ao Formulário Ortográfico de 1943, foi abolido o acento circunflexo que diferencia palavras homógrafas em que uma tem a vogal aberta e outra tem vogal fechada (casos, por exemplo, de acerto (ê) substantivo e acerto (é), do verbo acertar, ou dos substantivos forma (ô) e forma (ó)), salvo algumas raras excepções definidas nesses textos.

A breve exposição acima não tem o intuito de afirmar incorrecta a transcrição yôga a partir do sânscrito, mas apenas de justificar que em muitos casos as opções dos dicionários de língua, quando registam uma palavra que passa a fazer parte da língua portuguesa, ainda que importada ou adaptada de outra língua, tenham de obedecer às regras de boa ortografia da língua, grafando com o i inicial e sem acento circunflexo o o no contexto acima referido, ainda que a fonética desse o seja /ô/.

Parece ter sido esse o caso da maioria dos dicionários e vocabulários consultados (como é o caso do Dicionário Houaiss, do Dicionário Aurélio, do Vocabulário da Academia Brasileira, para o português do Brasil, ou, para o português de Portugal, do DPLP, do Dicionário de Língua Portuguesa da Porto Editora, do Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa, do Vocabulário de José Pedro Machado). No entanto, o comentário feito parece ser muito pertinente, pois os dicionários não distinguem nas suas definições, entre as formas ioga /ô/ e ioga /ó/.

O outro problema colocado é relativo ao género da palavra, que é problema recorrente na adaptação de estrangeirismos ao português (e aí há frequentemente divergências entre o português de Portugal e o do Brasil, sendo que em Portugal ioga é mais usual no masculino do que no feminino).

Neste aspecto, os dicionários de língua costumam tentar um equilíbrio entre a informação etimológica disponível e o uso que é feito da palavra pelos seus utilizadores, nomeadamente por analogia com outras palavras (apenas um exemplo de um campo totalmente diferente: disquete é palavra feminina no francês original, sendo feminina também no português de Portugal, mas usualmente masculina no português do Brasil). Os resultados são muitas vezes discutíveis e sujeitos a aperfeiçoamento por especialistas, mas provavelmente a classificação menos polémica seria considerar ioga um substantivo masculino ou feminino.

pub

Palavra do dia

pau·pé·ri·e pau·pé·ri·e
(latim pauperies, -ei)
substantivo feminino

Grande pobreza. = MISÉRIA, PAUPERISMO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/futebol [consultado em 17-10-2018]