Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fusão

fusãofusão | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fu·são fu·são


(latim fusio, -onis, acção de espalhar, difusão, expansão)
nome feminino

1. Acto de fundir ou de se fundir.

2. Acção de derreter, de liquefazer. Derretimento, liquefacção. = DERRETIMENTO, LIQUEFACÇÃO

3. Passagem do estado sólido ao estado líquido por acção do calor. = FUNDIÇÃO

4. Mistura ou conjugação de duas ou mais coisas.

5. Transformação de duas ou mais coisas numa só. = ALIANÇA, ASSOCIAÇÃO

6. Função.


fusão nuclear
[Física nuclear]   [Física nuclear]  Reacção entre núcleos de baixo número atómico que origina a formação de um núcleo mais pesado, causando uma grande libertação de energia.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "fusão" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Fruto da fusão entre o DEM e o PSL, o União Brasil nasce com o maior fundo

Em Caderno B

delicada fusão de estranheza e naturalidade..

Em As Leituras do Corvo

A aeronave com capacidade para 117 passageiros mudou de identidade após a fusão entre as duas fabricantes norte-americanas em 1997..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

Com os quatro ou cindo partidos reunidos – a fusão entre DEM e PSL

Em Caderno B

...Durante este tempo fez um esforço sério para desenvolver as primeiras armas baseadas em fusão , mas estes foram adiados até depois da Segunda Guerra Mundial ..

Em Geopedrados
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio pedir que me tirem uma dúvida relacionada com a palavra bolor: a correcta pronunciação da palavra acima referida é "bolor" (com o mesmo tipo de fonologia que existe em, por ex.: ardor ou timor) ou "bolór" (obviamente sem o uso do acento que coloquei, mas com um som como em pior ou maior). Pessoalmente penso que se pronuncia sem nenhum tipo de acentuação, mas desde que vim estudar para o Porto estou rodeado de gente que diz o contrário.
A pronúncia das palavras em português não obedece, em geral, a critérios de correcção, pois não se trata de uma pronúncia correcta ou incorrecta, mas de variações de pronúncia relacionadas com o dialecto ou o sociolecto do falante. Algumas obras lexicográficas contêm transcrições ou indicações de pronúncia (ou de ortoépia), que mais não são do que referências, e que, como tal, não podem ser tomadas como normativas ou vinculativas.

No caso da palavra bolor, parecem ser consideradas correctas as pronúncias do segundo o como [o] (o símbolo entre parênteses representa no alfabeto fonético internacional o som ô de ardor ou Timor) ou como [ɔ] (o símbolo entre parênteses representa no alfabeto fonético internacional o som ó de pior ou pó), ainda que a pronúncia com o som ô seja estatisticamente mais frequente. Assim, por um lado, o Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo GONÇALVES (Coimbra, Coimbra Editora, 1966) e o Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto, Porto Editora, 2004) indicam as duas fonéticas, enquanto o Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro MACHADO (Lisboa, Âncora, 2001), o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências (Verbo, 2001) e o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Lisboa, Círculo de Leitores, 2002) assinalam apenas a pronúncia ô.

Pelo que foi acima apontado, a dúvida colocada diz respeito à qualidade da vogal fonética que corresponde à ortografia, e não a uma acentuação diferente (em ambas as pronúncias, trata-se da mesma sílaba acentuada, bolor). Uma vogal ortográfica (, por exemplo) pode, no português europeu, corresponder a diversas vogais fonéticas (ex.: [u], em bolor), [o] ou [ɔ], em bolor). Esta qualidade da vogal é geralmente fixa em cada palavra (normalmente, o mesmo falante não oscila entre [o] ou [ɔ], em bolor), mas pode alterar-se quando, numa palavra derivada, a sílaba dessa vogal passa de tónica a átona (ex.: bolor [o] ou [ɔ] > bolorento [u]).




Gostaria de saber se a palavra automóvel é composta por aglutinação ou justaposição.
De acordo com a Gramática da Língua Portuguesa, da autoria de Maria Helena Mira Mateus, Ana Maria Brito, Inês Duarte e Isabel Hub Faria (pp. 971-983), existem dois tipos de composição: a morfológica e a morfossintáctica. A composição morfológica agrega dois ou mais radicais (ex.: autofagia = auto- + -fagia, geobiologia = geo- + biologia, hipermercado = hiper- + mercado); esta variedade de composição não deve ser confundida com a derivação por prefixação e/ou por sufixação, pois os radicais em causa têm autonomia semântica e podem juntar-se a outros radicais para formar uma palavra (ao contrário dos prefixos e sufixos, que não se podem juntar a outros prefixos ou sufixos para formar uma palavra). A composição morfossintáctica agrega duas ou mais palavras (ex.: abre-latas, aguardente, guarda-chuva, peixe-espada, viandante) e conjuga propriedades de estruturas sintácticas e propriedades de estruturas morfológicas.

Assim sendo, a palavra automóvel é formada segundo os processos da composição morfológica e não por aglutinação ou justaposição, processos que se englobam na composição morfossintáctica e que, segundo as mesmas autoras, não correspondem a duas classes diferentes de composição, mas a diferentes estádios de lexicalização dos compostos: um no qual se mantêm inalterados os constituintes do composto (ex.: abre-latas) e outro resultante de uma evolução do composto, que lhe confere alterações como a queda ou alteração de fonemas (ex.: aguardente < águ(a + a)rdente).

A distinção entre os compostos morfológicos e os compostos morfossintácticos pode também ser encontrada na nova terminologia linguística adoptada para o ensino básico e secundário e publicada em Diário da República em Dezembro de 2004. Sobre a diferença entre a composição por aglutinação ou justaposição, poderá consultar a resposta formação de pontapé.

pub

Palavra do dia

ni·ví·co·la ni·ví·co·la


(latim nix, nivis, neve + -cola)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

Que vive em região em que há neve (ex.: espécies nivícolas).

Confrontar: vinícola.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fus%C3%A3o [consultado em 19-01-2022]