PT
BR
Pesquisar
Definições



fã-clube

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
fã-clubefã-clube
( fã·-clu·be

fã·-clu·be

)


nome masculino

1. Grupo organizado de admiradores ou apoiantes de uma figura célebre, geralmente da área do espectáculo ou do desporto; clube de fãs (ex.: são membros do fã-clube oficial da banda).

2. [Por extensão] [Por extensão] Qualquer grupo de admiradores de algo ou de alguém; clube de fãs (ex.: até o cão faz parte do seu fã-clube).

vistoPlural: fãs-clubes, fãs-clube ou fã-clubes.
etimologiaOrigem etimológica:inglês fan club, clube de fãs.
iconPlural: fãs-clubes, fãs-clube ou fã-clubes.

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Como se escreve: quere-la ou querêla?
As grafias quere-la, querê-la e querela são formas parónimas, isto é, formas diferentes com grafia e som semelhantes.

As formas quere-la e querê-la correspondem a formas verbais do verbo querer seguidas do clítico a, na forma -la (o pronome clítico -a assume a forma -la quando a forma verbal que o precede termina em -r, -s ou -z); quere-la pode transcrever-se foneticamente ['k3rilá] e corresponde à segunda pessoa do presente do indicativo (ex.: tu queres a sopa? = quere-la?), enquanto querê-la pode transcrever-se foneticamente [ki'relá] e corresponde ao infinitivo (ex.: para alcançares alguma coisa, tens de querê-la muito).

A grafia querela pode transcrever-se foneticamente [ki'r3lá] e corresponde a um substantivo feminino, cujo significado poderá consultar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.




A palavra seje existe? Tenho um colega que diz que esta palavra pode ser usada na nossa língua.
Eu disse para ele que esta palavra não existe. Estou certo ou errado?
A palavra seje não existe. Ela é erradamente utilizada em vez de seja, a forma correcta do conjuntivo (subjuntivo, no Brasil) do verbo ser. Frases como “Seje bem-vindo!”, “Seje feita a sua vontade.” ou “Por favor, seje sincero.” são cada vez mais frequentes, apesar de erradas (o correcto é: “Seja bem-vindo!”, “Seja feita a sua vontade.” e “Por favor, seja sincero.”). A ocorrência regular de seje pode dever-se a influências de falares mais regionais ou populares, ou até mesmo a alguma desatenção por parte do falante, mas não deixa de ser um erro.