PT
BR
Pesquisar
Definições



entrada

A forma entradapode ser [feminino singular de entradoentrado], [feminino singular particípio passado de entrarentrar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
entradaentrada
( en·tra·da

en·tra·da

)


nome feminino

1. Local por onde se entra.

2. Espaço ou divisão junto à porta principal de uma casa ou de um edifício. = ÁTRIO, VESTÍBULO

3. Ingresso.

4. Acto de entrar.

5. Boca.

6. Abertura, orifício.

7. Porta.

8. Acesso.

9. Admissão.

10. Convivência.

11. Princípio.

12. Quantia ou tentos com que se entra ao principiar o jogo.

13. Quantia com que um sócio entra numa sociedade.

14. Quantia que os accionistas pagam ao comprar as acções.

15. Bilhete de ingresso; o seu preço.

16. Cada um dos ângulos laterais reentrantes que o cabelo forma na testa.

17. [Culinária] [Culinária] Iguaria ou prato servido antes do prato principal. = ACEPIPE, ANTEPASTO, APERITIVO

18. Ocasião, ensejo.

19. Cabida.

20. Verba de débito (numa escrituração).

21. [Informática] [Informática] Operação pela qual os dados são introduzidos no computador.

22. [Linguística] [Lingüística] [Linguística] Palavra, geralmente impressa em negro, que é objecto de um verbete de um dicionário, com significados, traduções ou outras informações.


dar entrada a

Escriturar (mercadorias ou valores) na coluna do débito.

entrada de leão, saída de sendeiro

[Informal] [Informal] Expressão usada para descrever uma atitude inicial de altivez, determinação ou entusiasmo que depois passa a cobardia, hesitação ou acanhamento.

entrarentrar
( en·trar

en·trar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

1. Dar entrada, ingressar.

2. Penetrar.

3. Começar; principiar.

4. Invadir.

5. Desaguar, desembocar.

6. Contribuir.

7. Pagar ou apresentar a cota que lhe toca.

8. Ser contado ou incluído.


entrar em si

Considerar melhor; considerar com sangue-frio.

entradoentrado
( en·tra·do

en·tra·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que entrou.

2. Adiantado em idade.

3. [Popular] [Popular] Um pouco embriagado.

Auxiliares de tradução

Traduzir "entrada" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.




É correto dizer "sói acontece"? Ou seria "sói acontecer"?
O verbo soer, sinónimo de costumar ou ser frequente, é actualmente de uso raro na língua, conjugando-se principalmente nas terceiras pessoas do presente (sói, soem) e do pretérito imperfeito (soía, soíam) do indicativo.

Pesquisas em corpora e em motores de busca revelam uma frequência mais elevada deste verbo nos séculos XV e XVI, nomeadamente em obras de autores como Fernão Lopes, Garcia de Resende, Bernardim Ribeiro, João de Barros ou Luís de Camões, ocorrendo em construções transitivas, sobretudo com orações infinitivas (ex.: que reis e duques soíam temer), e intransitivas (ex.: e ali folgou o rei mais do que soía; que os navios fossem e voltassem como soíam).

Presentemente, o emprego do verbo soer é essencialmente erudito, recaindo maioritariamente em construções com orações infinitivas como complemento directo (ex.: um filme alternativo, como sói dizer-se; a figura do professor, que soía ser uma referência, tem vindo a esbater-se) ou como sujeito (ex.: soía fazer frio no Inverno, mas agora nem as aves migram).