Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
ensinamentoensinamento | s. m.
derivação masc. sing. de ensinarensinar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

en·si·na·men·to en·si·na·men·to
(ensinar + -mento)
substantivo masculino

1. Acto ou efeito de ensinar. = ENSINAÇÃO, ENSINO

2. Aquilo que é ensinado ou recomendado.

3. Preceito, doutrina.

4. Exemplo, lição retirada de algo.


en·si·nar en·si·nar - ConjugarConjugar
(latim insignio, -ire, pôr uma marca, distinguir)
verbo transitivo

1. Instruir, dar lições a.

2. Dar lições de.

3. Indicar.

4. Adestrar.

5. Castigar.

6. Educar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "ensinamento" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Atender ao telefone ou atender o telefone?
De acordo com alguns dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Objetiva, 2009) e o Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses (Texto Editores, 2007), o verbo atender, no sentido de "responder (a uma chamada)", pode ser transitivo directo, isto é, usado com um complemento directo não introduzido por preposição (ex.: atender o telefone) ou usado como transitivo indirecto, isto é, com complemento indirecto precedido de preposição (ex.: atender ao telefone), apesar de este corresponder a um uso menos comum deste verbo.

Assim sendo, nenhuma das expressões que refere está errada, apesar de atender o telefone ser mais usado pelos falantes de português do que atender ao telefone.




Sou estudante universitário e é-me bastante importante saber o motivo pelo qual a expressão "O João, preocupado que ele voltasse a sair mais cedo, saiu" está errada, e quais os fenómenos linguísticos implicados.
O adjectivo preocupado selecciona habitualmente um grupo nominal preposicionado (ex.: está preocupado com a doença da mãe) e não uma frase finita (ex.: *está preocupado que a mãe esteja doente; o asterisco indica agramaticalidade). Num dicionário de regências como o Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjetivos, de Francisco FERNANDES (25.ª ed., São Paulo: Globo, 2000), por exemplo, poderá encontrar as estruturas abonadas e consideradas correctas para este adjectivo: preocupado com + grupo nominal (ex.: preocupado com as dívidas), preocupado em + frase infinitiva (ex.: preocupado em pagar as dívidas), preocupado de + grupo nominal (ex.: preocupado das dívidas), preocupado por + grupo nominal (ex.: preocupado pelas dívidas), sendo as duas últimas estruturas algo raras.

Por este motivo, na frase em questão, não é aconselhável o uso do adjectivo preocupado seguido de uma frase finita (que ele voltasse a sair mais cedo). Como alternativa, poderia utilizar uma construção como preocupado com a possibilidade de ele voltar a sair mais cedo (a frase infinitiva está contida no grupo nominal cujo núcleo é possibilidade).

pub

Palavra do dia

tre·li·ça tre·li·ça
(francês treillis)
substantivo feminino

1. Rede metálica para resguardo. = GELOSIA

2. [Construção]   [Construção]  Sistema de vigas cruzadas usado no travejamento de pontes e telhados (ex.: treliça de madeira; treliça metálica).

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/ensinamento [consultado em 19-01-2019]