Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

domherr

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição.
dímer (norma brasileira)
donear (norma brasileira)

Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.
pub

Dúvidas linguísticas


O verbo intervir conjuga-se da mesma forma que o verbo vir? Sendo assim, qual é o seu particípio passado (caso tenha)?
O verbo intervir conjuga-se como o verbo vir, com a particularidade de se grafar com acento agudo na segunda e terceira pessoas do presente do indicativo (intervéns, intervém); esta particularidade é comum a todos os outros verbos derivados de vir ou do verbo latino venire (são os casos, por exemplo, de advir, avir, convir, desconvir, devir, provir, sobrevir). O particípio passado destes verbos também segue o paradigma de vir/vindo, sendo então intervindo o particípio passado de intervir (ex.: tinha intervindo brilhantemente no debate). Poderá esclarecer esta e outras dúvidas de conjugação seguindo a hiperligação para o verbo intervir no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa e clicando em seguida na opção Conjugar que se encontra imediatamente acima da definição do verbo.



Gramaticalmente, qual o correto: "Em face do/ao exposto recomenda-se encaminhar à analise da Consultoria as minutas ..." ou "Face ao exposto recomenda-se encaminhar à analise da Consultoria as minutas ..."? E gostaria também de saber o motivo pelo qual uma das formas acima é a correta.
Nas frases que menciona são utilizadas três locuções prepositivas diferentes – em face de, em face a e face a – cujo significado é equivalente ao da preposição perante. Alguns puristas sancionam o emprego das duas últimas locuções (em face a e face a), por se tratar de galicismos. De facto, só a locução em face de se encontra registada pelos principais dicionários de língua, pelo que é a mais aconselhada. No entanto, pesquisas feitas em corpora e em motores de busca da Internet em língua portuguesa revelam que o uso de face a e de em face a é bastante generalizado e o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Lisboa: Academia das Ciências/Verbo, 2001) já regista a locução face a.

Palavra do dia

ban·ga·la·fu·men·ga ban·ga·la·fu·men·ga


(origem duvidosa)
nome masculino

[Brasil: Nordeste, Depreciativo]   [Brasil: Nordeste, Depreciativo]  Indivíduo sem valor, sem préstimo. = JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/domherr [consultado em 03-08-2021]