PT
BR
Pesquisar
Definições



descuido

A forma descuidopode ser [primeira pessoa singular do presente do indicativo de descuidardescuidar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
descuidodescuido
( des·cui·do

des·cui·do

)


nome masculino

1. Acto ou efeito de descuidar.

2. Falta de cuidado ou de atenção. = DESCAUTELA, DISTRACÇÃO, ESQUECIMENTO, INADVERTÊNCIA, LAPSO, NEGLIGÊNCIA

3. Falta de limpeza ou de arranjo no aspecto exterior de algo ou alguém. = DESLEIXO, DESMAZELO

4. [Informal] [Informal] Ventosidade que sai do intestino pelo ânus. = FLATO

5. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Furto por distracção da vítima.

6. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Gravidez que não foi planeada.

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de descuidar.
descuidardescuidar
( des·cui·dar

des·cui·dar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e pronominal

1. Tratar ou fazer algo com descuido; perder ou não ter cuidado. = DESCURAR, NEGLIGENCIARACAUTELAR, CUIDAR

2. Esquecer um dever ou tarefa. = DESATENDER

3. Não cuidar da aparência física. = DESLEIXAR


verbo pronominal

4. Não estar atento; estar distraído ou não dar atenção. = ESQUECER-SE, DISTRAIR-SE, RELAXAR-SE

5. Soltar ventosidades pelo ânus.

etimologiaOrigem etimológica:des- + cuidar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "descuido" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Num texto em que se usa a abreviatura de uma divisa (por exemplo, EUR ou USD), é correcto escrever "30 EUR" ou, pelo contrário, deve utilizar-se "EUR 30"? E deve ser "30 €" ou "€ 30"?
A ortografia é a única área da língua em que há uma regulamentação através de textos legais.

Esta dúvida não diz directamente respeito à ortografia, mas à representação convencionada de valores monetários, nomeadamente através do recurso ao código das moedas ou de abreviaturas ou símbolos. À partida, parece lógico que se coloque o código ou o símbolo da moeda depois do montante (ex.: 30 EUR ou 30 €), não havendo qualquer motivo para colocar o código ou o símbolo da moeda antes (ex.: EUR 30 ou € 30), a não ser por analogia com o inglês, onde essa é a prática mais corrente.

Estas opções não são obrigatórias, mas constituem frequentemente objecto de directrizes em livros ou manuais de estilo de órgãos de comunicação ou instituições. A título de exemplo, veja-se a recomendação do Código de Redacção Interinstitucional da União Europeia (ver http://publications.europa.eu/code/pt/pt-370303.htm): "O código EUR ou o símbolo colocam-se depois do montante, separado por um espaço: um total de 30 EUR", com a observação de que "esta regra aplica-se à maior parte das línguas, excepto inglês, letão e maltês, onde o código aparece antes do número: an amount of EUR 30".




Como devo falar ou escrever: "o Departamento a que pertence o funcionário" ou "o Departamento ao qual pertence o funcionário".
Nenhuma das expressões que refere está incorrecta, uma vez que, em orações subordinadas adjectivas relativas, o pronome relativo que pode, de uma maneira geral, ser substituído pelo seu equivalente o qual, que deverá flexionar em concordância com o género e número do antecedente (ex.: os departamentos aos quais pertence o funcionário). No caso em questão, o pronome relativo tem uma função de objecto indirecto do verbo pertencer, que selecciona complementos iniciados pela preposição a, daí que os pronomes que e o qual estejam antecedidos nestas expressões por essa preposição (a que e ao qual).

É de notar que a utilização da locução pronominal o qual e das suas flexões não deve ser feita quando se trata de uma oração relativa adjectiva restritiva que não é iniciada por preposição, isto é, quando a oração desempenha a função de um adjectivo que restringe o significado do antecedente (ex.: o departamento [que está em análise = analisado] vai ser reestruturado; *o departamento o qual está em análise vai ser reestruturado [o asterisco indica agramaticalidade]).