Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

declinar

declinardeclinar | v. intr. | v. tr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

de·cli·nar de·cli·nar

- ConjugarConjugar

verbo intransitivo

1. Afastar-se de um ponto fixo.

2. Aproximar-se do seu fim.

3. Diminuir em intensidade ou actividade.

4. Decair.

5. Ir abaixando; ir diminuindo de altura.

6. Ir perdendo (as boas qualidades adquirindo outras opostas).

7. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Ver, enxergar.

verbo transitivo

8. Desviar de si, afastar; evitar.

9. Recusar; não admitir.

10. Abater, rebaixar.

11. Divisar.

12. [Gramática]   [Gramática]  Fazer passar (uma palavra declinável) por todos os seus casos.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "declinar" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...apresentou-se-me um homem alto e forte, a cara redonda, rosada, amabilidade no olhar, a declinar a aparente força física do personagem..

Em Aliás

Uma candidata a deputada estadual que ainda não quer declinar seu nome, disse a coluna que se ganhar vai assumir a responsabilidade pelo social,...

Em www.blogdocolares.com

...de la esfera Algún espíritu yace Que rápidamente hace Ambos punzones rodar Quizá al declinar el día, Para

Em Estação Cronográfica

A saúde de Ricardo continuou a declinar até sua morte em 26 de agosto de 2021..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

da actual direcção, o comentador político invocou “circunstâncias políticas (do CDS) e profissionais” para declinar o convite..

Em Outra Margem
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Quando uma carta formal é iniciada por "Eu...", deve de ter o título? "Eu, Dr. João..." ou "Eu, D. Ana..."? No caso de ser Dona, como é a abreviatura? E no caso de ser Dom?
Não há nenhuma norma linguística que impeça a indicação do título do sujeito de um texto formal, como no caso de editais, testamentos ou declarações. No entanto, é mais comum surgir apenas a indicação do nome do sujeito, sem o título, talvez por ser menos ostentatório. A abreviatura de dom ou dona é D. (ex.: D. José, D. Mariana).



Uma professora minha disse que nunca se podia colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo. É verdade?
Sobre o uso da vírgula em geral, por favor consulte a dúvida vírgula antes da conjunção e. Especificamente sobre a questão colocada, de facto, a indicação de que não se pode colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo é verdadeira. O uso da vírgula, como o da pontuação em geral, é complexo, pois está intimamente ligado à decomposição sintáctica, lógica e discursiva das frases. Do ponto de vista lógico e sintáctico, não há qualquer motivo para separar o sujeito do seu predicado (ex.: *o rapaz [SUJEITO], comeu [PREDICADO]; *as pessoas que estiveram na exposição [SUJEITO], gostaram muito [PREDICADO]; o asterisco indica agramaticalidade). Da mesma forma, o verbo não deverá ser separado dos complementos obrigatórios que selecciona (ex.: *a casa é [Verbo], bonita [PREDICATIVO DO SUJEITO]; *o rapaz comeu [Verbo], bolachas e biscoitos [COMPLEMENTO DIRECTO]; *as pessoas gostaram [Verbo], da exposição [COMPLEMENTO INDIRECTO]; *as crianças ficaram [Verbo], no parque [COMPLEMENTO ADVERBIAL OBRIGATÓRIO]). Pela mesma lógica, o mesmo se aplica aos complementos seleccionados por substantivos (ex. * foi a casa, dos avós), por adjectivos (ex.: *estava impaciente, por sair) ou por advérbios (*lava as mãos antes, das refeições), que não deverão ser separados por vírgula da palavra que os selecciona.

Há, no entanto, alguns contextos em que pode haver entre o sujeito e o verbo uma estrutura sintáctica separada por vírgulas, mas apenas no caso de essa estrutura poder ser isolada por uma vírgula no início e no fim. Estes são normalmente os casos de adjuntos nominais (ex.: o rapaz, menino muito magro, comeu muito), adjuntos adverbiais (ex.: o rapaz, como habitualmente, comeu muito), orações subordinadas adverbiais (ex.: as pessoas que estiveram na exposição, apesar das más condições, gostaram muito), orações subordinadas relativas explicativas (ex.: o rapaz, que até não tinha fome, comeu muito).

pub

Palavra do dia

sal·-ge·ma |ê|sal·-ge·ma |ê|


nome masculino

[Mineralogia]   [Mineralogia]  Sal comum fossilizado, extraído de depósitos naturais (ex.: mina de sal-gema). = HALITE

Plural: sais-gema ou sais-gemas.Plural: sais-gema ou sais-gemas.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/declinar [consultado em 27-06-2022]