Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

curinga

curingacuringa | n. m. | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cu·rin·ga cu·rin·ga


(quimbundo kuringa, fingir ou matar)
nome masculino

1. [Brasil]   [Brasil]   [Jogos]   [Jogos]  No jogo do póquer, carta que muda de valor, segundo a combinação que o jogador tem na mão.

2. [Brasil]   [Brasil]   [Jogos]   [Jogos]  Carta com um valor especial convencionado.

3. [Brasil]   [Brasil]  Pessoa polivalente.

4. [Brasil]   [Brasil]   [Informática]   [Informática]  Carácter, geralmente um asterisco (*), que pode representar qualquer outro carácter (ex.: pode fazer uma busca usando curingas).

5. [Brasil, Depreciativo]   [Brasil, Depreciativo]  Indivíduo magro ou raquítico.

6. [Brasil]   [Brasil]  Moço de barcaça.

nome feminino

7. [Brasil]   [Brasil]  Vela triangular.


SinónimoSinônimo Geral: CORINGA

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber qual a pronúncia correcta de periquito?
Ao contrário da ortografia, que é regulada por textos legais (ver o texto do Acordo Ortográfico), não há critérios rigorosos de correcção linguística no que diz respeito à pronúncia, e, na maioria dos casos em que os falantes têm dúvidas quanto à pronúncia das palavras, não se trata de erros, mas de variações de pronúncia relacionadas com o dialecto, sociolecto ou mesmo idiolecto do falante. O que acontece é que alguns gramáticos preconizam determinadas indicações ortoépicas e algumas obras lexicográficas contêm indicações de pronúncia ou até transcrições fonéticas; estas indicações podem então funcionar como referência, o que não invalida outras opções que têm de ser aceites, desde que não colidam com as relações entre ortografia e fonética e não constituam entraves à comunicação.

A pronúncia que mais respeita a relação ortografia/fonética será p[i]riquito, correspondendo o símbolo [i] à vogal central fechada (denominada muitas vezes “e mudo”), presente, no português europeu, em de, saudade ou seminu. Esta é a opção de transcrição adoptada pelo Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa e do Grande Dicionário Língua Portuguesa da Porto Editora. Há, no entanto, outro fenómeno que condiciona a pronúncia desta palavra, fazendo com que grande parte dos falantes pronuncie p[i]riquito, correspondendo o símbolo [i] à vogal anterior fechada, presente em si, minuta ou táxi. Trata-se da assimilação (fenómeno fonético que torna iguais ou semelhantes dois ou mais segmentos fonéticos diferentes) do som [i] de p[i]riquito pelo som [i] de per[i]qu[i]to.

A dissimilação, fenómeno mais frequente em português e inverso da assimilação, é tratada na resposta pronúncia de ridículo, ministro ou vizinho.




Qual é o género da palavra própolis? Tanto quanto sei, é apenas substantivo feminino, apesar de haver quem use a palavra como sendo masculina mas, quanto a mim, de forma errada.
A classificação da palavra própolis (o própolis ou a própolis) não é consensual nas principais obras lexicográficas portuguesas.

Com efeito, no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (10.ª ed., Lisboa: Editorial Confluência, 12 vol., 1949-1959), de António de Morais Silva, própolis é classificada apenas como substantivo masculino. A mesma opção é seguida por José Pedro Machado no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (12 vol., Porto: Amigos do Livro Editores, 1981) mas, no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa (Lisboa: Âncora Editora, 2001), do mesmo autor, já se encontra própolis com indicação: “s. m. e s. f.”. Não se pense porém que a indicação dos dois géneros é recente, pois o Dicionário de Língua Portuguesa (10.ª ed., 2 vol., Lisboa: Livraria Bertrand, 1949), de Cândido de Figueiredo, já registava essa opção. Na tradição lexicográfica brasileira a questão não é problemática, já que tanto própolis como própole são considerados substantivos femininos ou substantivos masculinos.

Pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet revelam que o emprego de própolis como substantivo feminino é mais frequente mas que também existem ocorrências muito significativas de própolis como substantivo masculino. A flutuação de género que se verifica no uso real da língua e na própria dicionarização da palavra justifica a classificação de própolis como substantivo feminino ou masculino de dois números.

pub

Palavra do dia

só·ni·co sô·ni·co


(latim sonus, -i, som + -ico)
adjectivo
adjetivo

1. Relativo ao som; do som (ex.: experimentações sónicas).

2. Relativo ao uso ou à propagação de ondas sonoras (ex.: arma sónica).

3. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Relativo aos sons da fala (ex.: ortografia sónica). = FONÉTICO

adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

4. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Que ou quem pratica ou é partidário da sónica, sistema ortográfico que considera apenas o som das palavras.


• Grafia no Brasil: sônico.

• Grafia no Brasil: sônico.

• Grafia em Portugal: sónico.

• Grafia em Portugal: sónico.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/curinga [consultado em 03-03-2021]