Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

consumir

consumirconsumir | v. tr. | v. tr. e pron. | v. intr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

con·su·mir con·su·mir

- ConjugarConjugar

(latim consumo, -ere)
verbo transitivo

1. Fazer desaparecer pelo uso ou gasto.

2. Gastar; devorar; destruir.

3. Comer; beber.

4. Fazer desaparecer da memória (ex.: o tempo não consumiu a fama do navegador). = APAGAR, CORROER

5. Dissipar.

verbo transitivo e pronominal

6. [Figurado]   [Figurado]  Causar ou sentir aflição. = AFLIGIR, MORTIFICAR, RALAR

verbo intransitivo

7. [Pouco usado]   [Pouco usado]   [Religião católica]   [Religião católica]  Comungar, o padre, durante a missa.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "consumir" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Além de consumir , você também pode postar suas histórias, debater e se

Em VISEU, terra de Viriato.

...se alguns hábitos trazidos pela pandemia se mantêm, como comprar na internet, cozinhar e consumir em casa, há outros que nem por isso..

Em www.ultraperiferias.pt

...as idades: esta é a categoria da moda "onde somos todos milionários e podemos consumir tudo", diz Rafaela Noro Grando , professora de design de moda na Universidade da...

Em BioTerra

evento que atrai um público qualificado, que quer consumir o que o destino tem de melhor”, afirma Bruno..

Em Caderno B

Joanna Jones (à direita), 39, disse que temeu o pior quando a filha Poppy (à esquerda), 14, sofreu uma grave reação alérgica durante um voo transatlântico de Londres para Antígua Uma adolescente de 14 anos com alergia a amendoim quase morreu a bordo de um voo da British Airways após um passageiro se recusar a parar de …

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Quando uma carta formal é iniciada por "Eu...", deve de ter o título? "Eu, Dr. João..." ou "Eu, D. Ana..."? No caso de ser Dona, como é a abreviatura? E no caso de ser Dom?
Não há nenhuma norma linguística que impeça a indicação do título do sujeito de um texto formal, como no caso de editais, testamentos ou declarações. No entanto, é mais comum surgir apenas a indicação do nome do sujeito, sem o título, talvez por ser menos ostentatório. A abreviatura de dom ou dona é D. (ex.: D. José, D. Mariana).



Uma professora minha disse que nunca se podia colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo. É verdade?
Sobre o uso da vírgula em geral, por favor consulte a dúvida vírgula antes da conjunção e. Especificamente sobre a questão colocada, de facto, a indicação de que não se pode colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo é verdadeira. O uso da vírgula, como o da pontuação em geral, é complexo, pois está intimamente ligado à decomposição sintáctica, lógica e discursiva das frases. Do ponto de vista lógico e sintáctico, não há qualquer motivo para separar o sujeito do seu predicado (ex.: *o rapaz [SUJEITO], comeu [PREDICADO]; *as pessoas que estiveram na exposição [SUJEITO], gostaram muito [PREDICADO]; o asterisco indica agramaticalidade). Da mesma forma, o verbo não deverá ser separado dos complementos obrigatórios que selecciona (ex.: *a casa é [Verbo], bonita [PREDICATIVO DO SUJEITO]; *o rapaz comeu [Verbo], bolachas e biscoitos [COMPLEMENTO DIRECTO]; *as pessoas gostaram [Verbo], da exposição [COMPLEMENTO INDIRECTO]; *as crianças ficaram [Verbo], no parque [COMPLEMENTO ADVERBIAL OBRIGATÓRIO]). Pela mesma lógica, o mesmo se aplica aos complementos seleccionados por substantivos (ex. * foi a casa, dos avós), por adjectivos (ex.: *estava impaciente, por sair) ou por advérbios (*lava as mãos antes, das refeições), que não deverão ser separados por vírgula da palavra que os selecciona.

Há, no entanto, alguns contextos em que pode haver entre o sujeito e o verbo uma estrutura sintáctica separada por vírgulas, mas apenas no caso de essa estrutura poder ser isolada por uma vírgula no início e no fim. Estes são normalmente os casos de adjuntos nominais (ex.: o rapaz, menino muito magro, comeu muito), adjuntos adverbiais (ex.: o rapaz, como habitualmente, comeu muito), orações subordinadas adverbiais (ex.: as pessoas que estiveram na exposição, apesar das más condições, gostaram muito), orações subordinadas relativas explicativas (ex.: o rapaz, que até não tinha fome, comeu muito).

pub

Palavra do dia

sal·-ge·ma |ê|sal·-ge·ma |ê|


nome masculino

[Mineralogia]   [Mineralogia]  Sal comum fossilizado, extraído de depósitos naturais (ex.: mina de sal-gema). = HALITE

Plural: sais-gema ou sais-gemas.Plural: sais-gema ou sais-gemas.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/consumir [consultado em 27-06-2022]