Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

confiança

confiançaconfiança | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

con·fi·an·ça con·fi·an·ça


nome feminino

1. Coragem proveniente da convicção no próprio valor.

2. Fé que se deposita em alguém.

3. Esperança firme.

4. Atrevimento.

5. Insolência.

6. Familiaridade.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "confiança" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

foi a tempo de retificar) parece que retirou confiança à equipa, e enquanto os Vizelenses tiveram força para pressionar tudo e todos, e...

Em O INDEFECTÍVEL

...ter uma fé concreta, insistente e corajosa - exortou o Papa - expondo com confiança o coração diante do Senhor e levando a Ele nossa história e os rostos...

Em Blog da Sagrada Família

conquistar a confiança de investidores asiáticos, além de atrair muitos investimentos do próprio Reino Unido..

Em www.ultraperiferias.pt

Ter uma memória excepcional e ser capaz de ganhar confiança é uma combinação útil para muitos cargos..

Em confrariadearton.blogspot.com

Confiança aparentemente dada à gestão de Frederico Varandas, numa maior mobilização dos sócios, simultaneamente esvaziando...

Em Sangue LEONINO
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Na frase dei de caras com um leão, qual a função sintáctica das expressões de caras e com um leão?
A locução verbal dar de caras corresponde a uma expressão idiomática do português, que por esse motivo não é habitualmente decomposta, equivalendo a um verbo como deparar-se ou a outra locução verbal como encontrar subitamente. Na frase apontada, pode no entanto considerar-se a expressão de caras como um modificador adverbial (designado por complemento circunstancial na gramática tradicional), indicando o modo como se processa a acção expressa pelo verbo dar (equivalente, por exemplo a subitamente numa frase como deu subitamente com um leão).
A expressão com um leão pode ser considerada complemento indirecto seleccionado pelo verbo dar, pois com um leão é um complemento nominal introduzido indirectamente pela preposição com.




Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).

pub

Palavra do dia

sar·ra·bis·car sar·ra·bis·car


(sarrabisco + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

Fazer sarrabiscos. = GARATUJAR, RABISCAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/confian%C3%A7a [consultado em 28-10-2021]