Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

coisinha

derivação fem. sing. de coisacoisa
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

coi·sa coi·sa


(latim causa, -ae, causa, razão)
nome feminino

1. Objecto ou ser inanimado.

2. O que existe ou pode existir.

3. Negócio, facto.

4. Acontecimento.

5. Mistério.

6. Causa.

7. Espécie.

8. [Informal]   [Informal]  Qualquer pessoa do sexo feminino cujo nome se ignora ou não se quer nomear.

9. [Informal]   [Informal]  Órgão sexual feminino.

10. Qualquer objecto que não se quer ou não se consegue nomear (ex.: essa coisa não serve para nada).

11. [Informal]   [Informal]  Órgão sexual masculino. = COISO, PÉNIS

12. [Brasil: Nordeste]   [Brasil: Nordeste]  Cigarro de haxixe ou marijuana. = BASEADO


coisas
nome feminino plural

13. Bens.


aqui há coisa
[Informal]   [Informal]  Expressão que indica que algo levanta suspeitas ou dúvidas. = AQUI HÁ GATO

coisa alguma
O mesmo que nada.

coisa de
[Informal]   [Informal]  Aproximadamente, cerca de.

coisa nenhuma
Usa-se para negar a ausência total de objectos, coisas, ideias, conceitos, etc. (ex.: não se lembrou de coisa nenhuma para dizer; coisa nenhuma lhe parecia interessante). = NADA

coisas da breca
[Informal]   [Informal]  Coisas inexplicáveis, espantosas.

coisas do arco-da-velha
[Informal]   [Informal]  Histórias extraordinárias, inverosímeis.

coisas e loisas
[Informal]   [Informal]  Grande quantidade de coisas diversificadas.

[Informal]   [Informal]  Conjunto de coisas indeterminadas.

como quem não quer a coisa
[Informal]   [Informal]  Dissimuladamente.

fazer as coisas pela metade
[Informal]   [Informal]  Não terminar aquilo que se começou.

mais coisa, menos coisa
[Informal]   [Informal]  Aproximadamente.

não dizer coisa com coisa
[Informal]   [Informal]  Ter um discurso desconexo; dizer disparates, coisas sem sentido.

não estar com coisas
[Informal]   [Informal]  Agir prontamente, sem hesitar.

não estar/ser (lá) grande coisa
[Informal]   [Informal]  Não estar/ser particularmente bom ou extraordinário.

ou coisa que o valha
[Informal]   [Informal]  Ou algo parecido.

pôr-se com coisas
[Informal]   [Informal]  Arranjar problemas ou dificuldades onde não existem.

que coisa
[Informal]   [Informal]  Exclamação que se usa para exprimir espanto, desagrado ou irritação.

ver a(s) coisa(s) malparada(s)
[Informal]   [Informal]  Prever insucesso ou perigo aquando da realização de algo.


SinónimoSinônimo Geral: COUSA

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Felizmente foi uma coisinha de nada..

Em Don Vivo

vá lá já é qualquer coisinha ..

Em Coluna D'Águias Gloriosas

não dizia isto se não houvesse qualquer coisinha ..

Em Fora-de-jogo

...de no final ter sido apenas um erro de comunicação e desculpem lá qualquer coisinha , não deixou de abrir, mais uma vez, a polémica e lançar indecisão sobre...

Em Glosa Crua

Não é particularmente empolgante, mas foi uma espécie de coisinha que ele nos mandou fazer..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual a correta grafia: sub-bosque ou subosque?
O prefixo sub- deve ser seguido de hífen quando o elemento seguinte se inicia por b, uma vez que se trata da mesma consoante por que termina o prefixo, como prevê o Acordo Ortográfico de 1945 (para o português de Portugal). O Formulário Ortográfico de 1943 (para o português do Brasil) não tem este contexto previsto no uso do hífen, mas o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras regista esta forma e outras com a sequência sub-b...; a par disto, é de referir que também as formas subosque e sobosque estão registadas no VOLP, depreendendo-se a sua origem nas formas prefixais su- e so-, respectivamente, equivalentes a sub- e sob-, mas de contexto ortográfico diferente (daí o facto de não serem formas hifenizadas).

Este contexto ortográfico não sofre alteração com a aplicação do novo Acordo Ortográfico de 1990, pois, apesar de o texto do Acordo ser omisso neste ponto (cf. Base XVI), a "Nota Explicativa" anexa ao referido texto prevê o uso do hífen: "6.3 - O hífen nas formas derivadas (base XVI) [...] a) Emprega-se o hífen quando o segundo elemento da formação começa por h ou pela mesma vogal ou consoante com que termina o prefixo ou pseudoprefixo (por exemplo: anti-higiénico, contra-almirante, hiper-resistente) [...]" (sublinhado nosso).

Por este motivo, pode dizer-se que a forma sub-bosque está correcta, bem como as formas sobosque ou subosque, apesar de estas duas últimas preverem o uso de prefixos equivalentes a sob- ou sub-, que serão menos consensuais (o prefixo su- com este sentido não se encontra registado em nenhuma obra lexicográfica por nós consultada).




A expressão a priori significa principalmente?
A expressão latina a priori pode ser encontrada no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, como locução adverbial, com o significado geral “por hipótese ou dedução” (ex.: eu diria, a priori, que ninguém fez o resumo do livro) e, como locução adjectival, com o significado mais específico, corrente na área da filosofia, “inerente à razão, sem recurso a dados experimentais” (ex.: conhecimento a priori). O seu antónimo é a expressão latina a posteriori, que tem o significado geral “posteriormente à observação dos factos” (ex.: a fiscalização só é activada a posteriori, após detectada alguma infracção) e o significado filosófico “com base na experiência” (ex.: conhecimento a posteriori).
pub

Palavra do dia

qui·ro·po·dis·ta qui·ro·po·dis·ta


(quiropodia + -ista)
nome de dois géneros

Especialista em quiropodia ou no tratamento das doenças e dos problemas dos pés.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/coisinha [consultado em 17-08-2022]