PT
BR
Pesquisar
Definições



chope

A forma chopepode ser[adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros], [nome de dois géneros], [nome masculino plural] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
chope1chope1
|ô| |ô|
( cho·pe

cho·pe

)
Imagem

BrasilBrasil

Cerveja de pressão servida geralmente em copo estreito. (Equivalente no português de Portugal: imperial.)


nome masculino

[Brasil] [Brasil] Cerveja de pressão servida geralmente em copo estreito. (Equivalente no português de Portugal: imperial.)Imagem

etimologiaOrigem etimológica:francês chope, recipiente cilíndrico com asa, usado para cerveja.
chope2chope2
( cho·pe

cho·pe

)


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

1. [Etnologia] [Etnologia] Relativo ou pertencente aos chopes.


nome de dois géneros

2. [Etnologia] [Etnologia] Indivíduo dos chopes.


nome masculino

4. [Linguística] [Lingüística] [Linguística] Língua banta falada em Moçambique.

chopes


nome masculino plural

5. [Etnologia] [Etnologia] Grupo étnico africano que habita maioritariamente nas províncias moçambicanas de Inhambane e Gaza.

etimologiaOrigem etimológica:origem banta.

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



As palavras Malanje, Uíje, Cassanje, etc., levam a letra g ou j ?
Os topónimos angolanos referidos deverão ortografar-se correctamente nas formas Malanje, je e Caçanje (esta última grafia corresponde também ao nome comum caçanje).

É esta a grafia registada nas principais obras de referência para o português europeu, nomeadamente no Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa (Coimbra: Atlântida Editora, 1947) e no Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa: Âncora Editora, 2001). Apesar disso, é esmagadora a ocorrência de grafias alternativas como *Malange, *Uíge, *Cassange ou *Cassanje (o asterisco indica incorrecção, de acordo com as obras de referência para a ortografia e com a tradição lexicográfica).

É de referir que com o Acordo Ortográfico de 1990 (nomeadamente na Base III) não há qualquer alteração a este respeito.