Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
centrocentro | s. m.
centro-centro- | elem. de comp.
1ª pess. sing. pres. ind. de centrarcentrar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cen·tro cen·tro
(latim centrum, -i)
substantivo masculino

1. Ponto central equidistante de todos os pontos da circunferência ou da superfície de uma esfera.

2. Parte central.

3. Linha que divide uma superfície em duas partes iguais.

4. Lugar de maior movimento e onde de ordinário se tratam certos negócios.

5. Actor que representa personagens de idade.

6. Agrupamento dos principais influentes de um partido.

7. Casa em que se reúnem.

8. [Política]   [Política]  Conceito genérico que designa um conjunto de partidos, agentes políticos e população que partilha doutrinas, ideologias, orientações ou princípios considerados como estando, espectro político, entre a direita e a esquerda.


centro caliginoso
O inferno.

centro comercial
Espaço comercial onde se encontra um conjunto heterogéneo de lojas.

centro de terapia intensiva
[Brasil]   [Brasil]   [Medicina]   [Medicina]  Sector de uma unidade hospitalar preparado para atender doentes que requerem atenção e vigilância especiais, por estarem em situação de alto risco (sigla: CTI).


centro- centro-
(latim centrum, -i, centro)
elemento de composição

Exprime a noção de centro ou de posição central (ex.: centroavante, centrossoma).


cen·trar cen·trar - ConjugarConjugar
(centro + -ar)
verbo transitivo

1. Pôr no centro ou numa posição central. = CENTRALIZAR

2. [Mecânica]   [Mecânica]  Determinar um centro em.

3. Fazer coincidir numa série de centros para formar eixo.

4. Restabelecer o centro.

5. [Desporto]   [Esporte]  Atirar a bola para o centro ou para o grande eixo do terreno de jogo.

verbo transitivo e pronominal

6. Tornar ou tomar como centro ou como foco (ex.: é preciso centrar a atenção no nosso objetivo; centrou-se no trabalho).


AntónimoAntônimo Geral: DESCENTRAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "centro" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Eu posso usar a palavra amiguíssima? Recebi um texto de um autor desconhecido que contém esta palavra: "Mulheres, personalidades honradíssimas Temos nós, orgulho em tê-las. Mãe, amada, irmã... amiguíssimas Impossível não percebê-las. Desde as meigas, às extremistas, Não há quem possa vencê-las." Coloquialmente é errado falar/escrever esta palavra?
O adjectivo amigo aceita um superlativo regular (amiguíssimo) e um irregular (amicíssimo), derivado do superlativo latino.

Por favor, consulte também outra dúvida já respondida sobre o mesmo assunto em superlativos eruditos.




Das seguintes, que forma está correcta? a) Noventa por cento dos professores manifestaram-se. b) Noventa por cento dos professores manifestou-se.
A questão que nos coloca não tem uma resposta peremptória, originando muitas vezes dúvidas quer nos falantes quer nos gramáticos que analisam este tipo de estruturas.

João Andrade Peres e Telmo Móia, na sua obra Áreas Críticas da Língua Portuguesa (Lisboa, Editorial Caminho, 1995, pp. 484-488), dedicam-se, no capítulo que diz respeito aos problemas de concordância com sujeitos de estrutura de quantificação complexa, à análise destes casos com a expressão n por cento seguida de um nome plural. Segundo eles, nestes casos em que se trata de um numeral plural (ex.: noventa) e um nome encaixado também plural (professores), a concordância deverá ser feita no plural (ex.: noventa por cento dos professores manifestaram-se), apesar de referirem que há a tendência de alguns falantes para a concordância no singular (ex.: noventa por cento dos professores manifestou-se). Nos casos em que a expressão numeral se encontra no singular, a concordância poderá ser realizada no singular (ex.: um por cento dos professores manifestou-se) ou no plural, com o núcleo nominal encaixado (ex.: um por cento dos professores manifestaram-se). Há, no entanto, casos, como indicam os mesmos autores, em que a alternância desta concordância não é de todo possível, sendo apenas correcta a concordância com o núcleo nominal que segue a expressão percentual (ex.: dez por cento do parque ardeu, mas não *dez por cento do parque arderam).

Face a esta problemática, o mais aconselhável será talvez realizar a concordância com o nome que se segue à expressão "por cento", visto que deste modo nunca incorrerá em erro (ex.: noventa por cento dos professores manifestaram-se, um por cento dos professores manifestaram-se, dez por cento da turma reprovou no exame, vinte por cento da floresta ardeu). De acordo com Evanildo Bechara, na sua Moderna Gramática Portuguesa (Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2002, p. 566), esta será também a tendência mais comum dos falantes de língua portuguesa.

pub

Palavra do dia

xi·le·ma |ê| xi·le·ma |ê|
(xilo- + -ema)
substantivo masculino

1. [Botânica]   [Botânica]  Nome científico do tecido vegetal, formado de células vivas, de fibras e de vasos que constituem a madeira. = LENHO

2. Madeira.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/centro [consultado em 23-01-2019]