Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
canhocanho | s. m.
canhocanho | adj. | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·nho ca·nho 2
(ronga nkanye)
substantivo masculino

[Moçambique]   [Moçambique]  Fruto do canhoeiro. = OCANHO


ca·nho ca·nho 1
(origem duvidosa)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem maior habilidade com a mão esquerda do que com a direita. = CANHOTO, ESQUERDINO

substantivo masculino

2. [Popular]   [Popular]  Lucro caviloso.


andar aos canhos
[Popular]   [Popular]  Procurar ou aproveitar restos.

num canho
[Portugal: Porto, Informal]   [Portugal: Porto, Informal]  Desfeito ou em mau estado (ex.: tinha a perna num canho; as couves ficaram num canho).

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Visto que não havia artigos definidos ou indefinidos na língua latina, de onde teriam vindo os artigos do português? Melhor perguntando: qual a etimologia dos nossos artigos?
Os artigos definidos e indefinidos portugueses derivam do latim, apesar de nesta língua não existirem artigos tais como os conhecemos em português.

O artigo definido o tem origem no latim illum, -am, acusativo do pronome e determinante demonstrativo ille, -a, -ud (“aquele, aquilo”). Este originou a forma lo, do português arcaico, e as suas flexões, das quais derivam as formas actuais do artigo definido em português.

O artigo indefinido um tem origem no numeral latino unus.




Na frase estavam bastante/bastantes preocupados com a situação, bastante deve ser no plural ou singular? E na frase estavam bastante/bastantes informados sobre a situação deve ser plural ou singular? Caso as opções sejam diferentes, o que difere uma frase da outra?
Tal como pode verificar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a palavra bastante pode ser usada como determinante e pronome indefinido (ex.: havia bastantes folhas no chão; ainda não terminou todos os exercícios, apesar de já ter feito bastantes) e como advérbio (ex.: estou bastante cansado; hoje andámos bastante).

Nos casos em que é usada como advérbio, a palavra não flexiona, pois é da natureza dos advérbios não terem flexões em género ou número, pelo que a sua forma é sempre invariável. Assim, e visto que nas frases que referencia a palavra bastante é precisamente usada como advérbio (sendo sinónimo de muito, que também não seria flexionado se usado nas frases referidas: estavam muito preocupados com a situação; estavam muito informados sobre a situação), as frases correctas são estavam bastante preocupados com a situação e estavam bastante informados sobre a situação.

A palavra bastante pode ainda ser usada como adjectivo, com o significado “que é suficiente” (ex.: os atletas deram provas bastantes do seu esforço), e como substantivo (ex.: ele tem o bastante para chegar ao fim da viagem).

pub

Palavra do dia

me·ri·ta·lo me·ri·ta·lo
(grego merís, -ídos, parte, porção, parcela, divisão, classe + talo)
substantivo masculino

[Botânica]   [Botânica]  Espaço entre dois nós de tronco ou caule. = ENTREJUNTA, ENTRENÓ, INTERNÓDIO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/canho [consultado em 19-09-2019]