Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
borgaborga | s. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bor·ga bor·ga
(origem obscura)
substantivo feminino

[Informal]   [Informal]  Grande divertimento. = FARRA, PÂNDEGA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "borga" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual a forma correta de escrita da seguinte palavra (segundo o novo Acordo Ortográfico): sacrossanta, sacrosanta ou sacro-santa? E como se pronuncia? É que um professor da disciplina de Português me disse que se escreve "sacrosanta". Assim, não se pronunciaria "sacrozanta"?
Como poderá verificar pela consulta de um dicionário, a grafia correcta é sacrossanta, antes e depois da aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, uma vez que a grafia desta palavra não sofre nenhuma alteração.

Se esta palavra fosse escrita com apenas um s, não seria, de facto, possível a pronúncia de [s] em sacrossanta, pois um s intervocálico, obrigaria à pronúncia [z], como acontece na palavra rosa.




Estou a rever uma tradução em português do Brasil (devo passar para português de Portugal) e tenho-me deparado com termos como reensaio ou reemissão, entre outros. O que gostaria de saber é se se deverá utilizar aqui um hífen ou não.
O uso do hífen deve seguir o dispostos nos textos legais em vigor para a ortografia portuguesa. O Acordo Ortográfico de 1945, especialmente nas bases XXVIII a XXXII, não faz qualquer referência ao prefixo re-, pelo que, por omissão de especificação, não deverá usar-se hífen com este prefixo, havendo, quando necessário, adaptações para respeitar as regras da ortografia (ex.: re- + ratificar = rerratificar; re- + surgir = ressurgir; re- + hidratar = reidratar). É esta a posição de Rebelo Gonçalves no seu Tratado de Ortografia, integrando o prefixo re- entre os que "não serão, em caso algum, seguidos de hífen".

O Acordo Ortográfico de 1990 preconiza o uso contextual dos prefixos, especificando que o hífen deverá ser usado quando os elementos prefixais terminam com a mesma letra com que se inicia o elemento seguinte ou quando começam pela letra h [cf. o disposto na Base XVI, 1.º, alínea b)]. Nesta regra inserir-se-ia o prefixo re-, mas, como as obras de referência oficiais para o português europeu e para o português do Brasil registam sem hífen as palavras iniciadas com este prefixo (ex.: reedição, reeleger), as ferramentas linguísticas da Priberam (os corretores ortográficos, os conversores, o dicionário, etc.) foram alteradas de maneira a reflectir as opções tomadas por essas obras.

Como esta é uma dúvida muito frequente com outros prefixos (ex.: pre-), o utilizador da língua deve aprender a fazer inferências de regras a partir de outras palavras registadas pela tradição lexicográfica portuguesa. Assim, em casos como reensaio ou reemissão, será pertinente procurar em dicionários portugueses outras palavras com o prefixo re- seguido da letra e. No Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, por exemplo, se fizer esta pesquisa escrevendo ree* (que corresponde ao início da palavra seguido de quaisquer caracteres), poderá verificar que há um largo conjunto de palavras que têm o mesmo contexto ortográfico, o que indica que estas palavras estarão assim bem formadas. Se, por outro lado, pesquisar re-e*, não encontrará nenhuma outra palavra registada com o mesmo contexto ortográfico, o que poderá indicar que as grafias re-ensaio ou re-emissão estariam incorrectas.

pub

Palavra do dia

isc·no·fo·ni·a isc·no·fo·ni·a
(grego iskhnofonía, -as, hesitação do discurso)
substantivo feminino

Fraqueza da voz.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/borga [consultado em 24-01-2020]