Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
bolcarbolcar | v. tr.
bolçarbolçar | v. tr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bol·car bol·car
verbo transitivo

[Portugal: Beira, Trás-os-Montes]   [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]  Fazer cair, volteando.

Confrontar: bolçar.

bol·çar bol·çar - ConjugarConjugar
(latim medieval vomitiare, do latim vomo, -ere, vomitar)
verbo transitivo

1. Deitar fora pela boca o que foi engolido ou deglutido. = LANÇAR, REGURGITAR, VOMITAR

2. [Figurado]   [Figurado]  Insultar.


SinónimoSinônimo Geral: ABOLÇAR

Confrontar: bolcar, bolsar.
pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Na frase dei de caras com um leão, qual a função sintáctica das expressões de caras e com um leão?
A locução verbal dar de caras corresponde a uma expressão idiomática do português, que por esse motivo não é habitualmente decomposta, equivalendo a um verbo como deparar-se ou a outra locução verbal como encontrar subitamente. Na frase apontada, pode no entanto considerar-se a expressão de caras como um modificador adverbial (designado por complemento circunstancial na gramática tradicional), indicando o modo como se processa a acção expressa pelo verbo dar (equivalente, por exemplo a subitamente numa frase como deu subitamente com um leão).
A expressão com um leão pode ser considerada complemento indirecto seleccionado pelo verbo dar, pois com um leão é um complemento nominal introduzido indirectamente pela preposição com.




Gostaria de saber porque na palavra "raiz" não se usa o acento agudo no i, como, por exemplo, na palavra "país". São duas palavras com hiato a-i. E depois, no plural o acento aparece- raízes. Qual é a diferença?
Nas palavras raiz e país há, de facto, o mesmo hiato a-i, mas, apesar de aparentemente se tratar do mesmo contexto ortográfico, correspondem a regras ortográficas diferentes, pois a consoante que segue esse hiato é diferente, o que corresponde a pontos diferentes do Acordo Ortográfico.

Trata-se de pequenas diferenças, que justificam, por exemplo, uma diferença de acentuação gráfica entre o singular raiz e o plural raízes, mas a ortografia é mesmo um conjunto de regras convencionadas e artificiais.

Assim, em raiz, aplica-se o ponto 2.º da base X do Acordo Ortográfico, pois trata-se de um -i- tónico antecedido de uma vogal com a qual forma um hiato, seguido de um -z que faz parte da mesma sílaba:
“As vogais tónicas/tônicas grafadas i e u das palavras oxítonas e paroxítonas não levam acento agudo quando, antecedidas de vogal com que não formam ditongo, constituem sílaba com a consoante seguinte, como é o caso de nh, l, m, n, r e z: bainha, moinho, rainha; adail, paul, Raul; Aboim, Coimbra, ruim; ainda, constituinte, oriundo, ruins, triunfo; atrair, demiurgo, influir, influirmos, juiz, raiz, etc.”

Em país ou em raízes, aplica-se o ponto 1.º da base X do Acordo Ortográfico, pois trata-se de um -i- tónico antecedido de uma vogal com a qual forma um hiato, mas que em país é seguido de um -s que faz parte da mesma sílaba e que em raízes é seguido de um -z que faz parte da sílaba seguinte:
“As vogais tónicas/tônicas grafadas i e u das palavras oxítonas e paroxítonas levam acento agudo quando antecedidas de uma vogal com que não formam ditongo e desde que não constituam sílaba com a eventual consoante seguinte, excetuando o caso de s: adaís (pl. de adail), , atraí (de atrair), baú, caís (de cair), Esaú, jacuí, Luís, país, etc.; alaúde, amiúde, Araújo, Ataíde, atraíam (de atrair), atraísse (id.), baía, balaústre, cafeína, ciúme, egoísmo, faísca, faúlha, graúdo, influíste (de influir), juízes, Luísa, miúdo, paraíso, raízes, recaída, ruína, saída, sanduíche, etc.”

As referências acima são do Acordo Ortográfico de 1990, mas este ponto não sofreu nenhuma alteração em relação ao Acordo Ortográfico de 1945, para o português europeu, ou ao Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.


pub

Palavra do dia

res·sur·rei·ção res·sur·rei·ção
(latim resurrectio, -onis)
substantivo feminino

1. Acto de ressurgir.

2. Vida nova; renovação.

3. Reaparição.

4. Cura extraordinária, inesperada.

5. Festa em que a Igreja católica festeja a ressurreição de Jesus Cristo.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/bol%C3%A7ar [consultado em 21-04-2019]