Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

bocado

bocadobocado | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bo·ca·do bo·ca·do


(boca + -ado)
nome masculino

1. Porção de comida que se pode meter de uma vez na boca. = BOCADA

2. [Por extensão]   [Por extensão]  Alguma comida.

3. Parte do freio que entra na boca.

4. Pouco tempo (só o tempo de comer um bocado).

5. Pedaço.


bocado sem osso
Pechincha; coisa excelente.

bom bocado
Bom prato.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "bocado" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

E, portanto, acho que aquilo que se passou na Assembleia Geral é um bocado absurdo porque pedem-se pareceres que dão resultados completamente diferentes..

Em Fora-de-jogo

...autoria): " Só um bandalho, comuna e totalmente ignorante podia ter escrito “ este bocado de prosa”… E Cobarde também, por omitir o seu nome no final do texto...

Em Memoria recente e antiga

...pista adorei o motor eléctrico, a reacção em aceleração era fabulosa, era dar um bocado de travão antes da curva, conforme entrava na curva acelerador a fundo e saía

Em A minha visão do Mundo...

Ainda por cima porque os seus pretos eram um bocado melhores do que os brancos dos outros..

Em O INDEFECTÍVEL

Ainda andei ali um bocado às voltas até que me consegui

Em A minha visão do Mundo...
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Tenho dúvidas como se escreve: a gerente administrativa ou a gerente administrativo. Qual a forma correta?
A palavra gerente é invariável em género, mas os adjectivos e determinantes que a modificam devem flexionar tendo em conta o sexo da pessoa a que se referem. Assim, deverá escrever o gerente administrativo e a gerente administrativa.



Será que os senhores poderiam explicar porque no português europeu a locução verbal haver de + infinitivo não traz hífen (havemos de ...)?
No português europeu, por convenção e conforme o disposto na Base XXXI do Acordo Ortográfico de 1945, o verbo haver só deve ser ligado por hífen à preposição de nas suas formas monossilábicas, isto é, nas formas que têm apenas uma sílaba (hei-de, hás-de, há-de, hão-de). As restantes formas (em que se inclui havemos) não deverão ser ligadas por hífen.

Esta situação altera-se apenas com a entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990, pois a Base XVII prevê a eliminação do hífen nas formas monossilábicas do verbo haver seguidas da preposição de (hei de, hás de, há de, hão de).

pub

Palavra do dia

ga·do·lí·ni·o ga·do·lí·ni·o


([Johann] Gadolin, antropónimo [físico e químico finlandês, 1760-1852] + -io)
nome masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico (símbolo: Gd), de número atómico 64, pertencente ao grupo das terras raras.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/bocado [consultado em 07-07-2022]