Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

bitolado

bitoladobitolado | adj.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bi·to·la·do bi·to·la·do


(particípio de bitolar)
adjectivo
adjetivo

1. Que se bitolou.

2. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Que tem ideias ou conhecimentos considerados limitados ou ultrapassados. = ANTIQUADO, CARETA, QUADRADO

pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

Assim não me sinto bitolado (não sei se há essa palavra em Portugal (risos)..

Em dezanove.pt

mundo tem que ser "técnico", bitolado e tão tiozão do pavê quanto o Biroliro, que não consegue ler nem teleprompter..

Em www.tonygoes.com.br

— Ele é bitolado ..

Em IZOTON - HUMOR

...de futebol não procurar reagir, entrar em contato c om outras coisas, êle fica bitolado , preso a futebol só;;

Em blog0news

dominar pelas religiões é um povo atrasado, bitolado e alienado..

Em Parada de Aguiar
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Como se deve escrever o nome desta localidade algarvia: Estói ou Estoi? O novo acordo ortográfico altera a escrita desta palavra?
Estói é a grafia registada no Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), obra que é tomada como referência principal em questões de ortografia portuguesa de norma europeia. Por outro lado, José Pedro Machado, outra grande referência para a ortografia portuguesa, no seu Grande Vocabulário da Língua Portuguesa (Lisboa: Âncora Editora, 2001) e no Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (Lisboa: Livros Horizonte, 2003) regista a grafia Estoi, aparentemente corrigindo Rebelo Gonçalves, cujas opções respeita as mais das vezes.

Para facilitar a resposta a esta questão, pode dizer-se que a Lei n.º 32/2005, de 28 de Janeiro, alterou a denominação oficial da povoação e a freguesia de Estói, que passou a denominar-se Estoi. Esta era uma pretensão de alguns dos seus naturais e habitantes, uma vez que estes pronunciam o ditongo -oi- fechado (ôi) e não aberto (ói).

O Acordo Ortográfico de 1990 nada altera na grafia deste topónimo.

pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/bitolado [consultado em 02-12-2021]