Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

autoterapia

autoterapiaautoterapia | n.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

autoterapia autoterapia


nome

(A definição desta palavra irá estar disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

A terapia cognitivo-comportamental como autoterapia A TCC permite que cada pessoa, com uma formação base específica, seja o seu...

Em dailyhabitblog.com

"Obviamente que uma pessoa que faça psicanálise, psiquiatria, astrologia, autoterapia , autoanálise, meditação..

Em VISEU, terra de Viriato.

...e a que arrisco dizer que é, pelo menos, um rascunho) faz parte da autoterapia para obliterar o tempo corrente que a minha atenção

Em O felino

mãe decidiu fazer " auto-terapia " para enfrentar a viuvez, o resto da família encolheu os ombros. As teorias de Helena prevaleceriam e não havia nada a fazer. Uma das fases envolveu dar abraços a estranhos para que aprendesse de novo a "dar-se ao mundo" nas palavras da própria. Resultou tão bem ou tão

Em www.mariadaspalavras.com

Sofia Zetterlund mantém as sessões de autoterapia para tentar, finalmente, compreender quem realmente é..

Em stoneartbooks.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como se pode classificar gramaticalmente a frase assentar como uma luva?
A expressão idiomática assentar como uma luva pode ser classificada como uma locução verbal, pois sintacticamente o seu comportamento é equivalente ao de um verbo.



Qual das expressões é a correcta: de forma a ou por forma a? Caso ambas estejam correctas, qual a diferença entre elas e quando usar uma ou outra?
As duas expressões estão correctas e são locuções prepositivas sinónimas, significando ambas “para”, “a fim de” ou “de modo a” e indicando um fim ou objectivo (ex.: procedeu cautelosamente de forma a/por forma a evitar erros), sendo a locução por forma a menos usada que de forma a, como se pode verificar pela pesquisa em corpora e motores de busca na internet. Ambas se encontram registadas em dicionários de língua portuguesa.

Estas duas expressões, construídas com a preposição a, pertencem a um conjunto de locuções (do qual fazem parte de modo a ou de maneira a) cujo uso é desaconselhado por alguns puristas, com o argumento de que se trata de expressões de influência francesa, o que, neste caso, não parece constituir argumento suficiente para as considerar incorrectas. Acresce ainda que, em qualquer dos casos, locuções prepositivas como de/por forma a, de maneira a ou de modo a desempenham a mesma função da preposição para, que neste contexto introduz frases subordinadas infinitivas adverbiais de fim (ex.: procedeu cautelosamente para evitar erros), da mesma forma que, com alterações ao nível dos tempos verbais, as locuções conjuncionais de/por forma que, de maneira que ou de modo que desempenham a função da locução conjuncional para que, que neste contexto introduz frases subordinadas finitas adverbiais de fim (ex.: procedeu cautelosamente para que evitasse erros). Não parece assim haver motivo para deixar de usar umas ou outras.

pub

Palavra do dia

neu·ro·ti·cis·mo neu·ro·ti·cis·mo


(neurótico + -ismo)
nome masculino

[Psicologia]   [Psicologia]  Tendência para comportamentos neuróticos (ex.: escala de neuroticismo).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/autoterapia [consultado em 18-10-2021]