PT
BR
Pesquisar
Definições



assessorado

A forma assessoradopode ser [masculino singular particípio passado de assessorarassessorar], [adjectivoadjetivo] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
assessoradoassessorado
( as·ses·so·ra·do

as·ses·so·ra·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que se assessorou ou que tem assessores.


nome masculino

2. O mesmo que assessoria.

etimologiaOrigem etimológica:particípio de assessorar.
assessorarassessorar
( as·ses·so·rar

as·ses·so·rar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Exercer função de assessor junto de.

2. Fornecer assistência ou auxílio, geralmente a nível profissional, a alguém. = AUXILIAR


verbo pronominal

3. Obter assessor ou assessores.

etimologiaOrigem etimológica:assessor + -ar.


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.




Qual é o valor da conjunção "e" na frase: "Tenho viajado tanto e não conheço muitos dos museus das cidades por onde andei": consecutivo, concessivo, adversativo, conclusivo?
A conjunção coordenativa copulativa e pode assumir diversos valores dependendo do contexto onde é usada, apesar de em nenhum deles deixar de apresentar o valor copulativo. Na frase que refere, a conjunção apresenta um valor adversativo ou de oposição, pois à ideia da primeira oração é contraposta a ideia da segunda, podendo a conjunção e ser substituída pela conjunção adversativa mas (ex.: Tenho viajado tanto, mas não conheço muitos dos museus das cidades por onde andei).