Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

alara

alaraalara | n. f.
1ª pess. sing. pret. m.-q.-perf. ind. de alaralar
3ª pess. sing. pret. m.-q.-perf. ind. de alaralar
Será que queria dizer alará?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

a·la·ra a·la·ra


nome feminino

Grande leque com que os acólitos enxotavam as moscas aos celebrantes.


a·lar a·lar 2

- ConjugarConjugar

(ala + -ar)
verbo transitivo e pronominal

1. Prover(-se) de asas.

2. Formar, dispor em alas.


a·lar a·lar 3


(latim alaris, -e, das alas de um exército)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo a asa.

2. Em forma de asa. = ALIFORME, ANSIFORME


a·lar a·lar 1

- ConjugarConjugar

(francês haler, içar)
verbo transitivo

1. Fazer subir (alguma coisa) por meio de cordas.

2. Puxar ou conduzir à sirga.

verbo intransitivo

3. Fugir, andar.

verbo pronominal

4. Subir, elevar-se.

5. Ter grandes aspirações.

nome masculino

6. Rede para pescar lampreias.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "alara" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Após frustrar os planos de Nicol Bolas em Alara , Ajani colocou de lado sua ira e começou a viajar pelo Multiverso..

Em confrariadearton.blogspot.com

Os mundos de Magic estarão presentes, contendo Zendikar, Alara , Dominária, Ravnica, Amonkhet e Lorwyn..

Em confrariadearton.blogspot.com

Cristina alara trabalha na empresa de Wortham, aquele que cria a máquina do tempo..

Em Rapadura A

pelo maestro argentino Cheche Alara ) de um tango de Astor Piazzolla “Vuelvo al Sur”, um agrado ao público...

Em na cova do leao

...teclado o caractere dos euros) “ O que sabe a sua assistente do Princípio ALARA ??

Em cronocatsdt.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.

pub

Palavra do dia

fan·til fan·til


(origem obscura)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Que tem bom tamanho e é considerado de boa raça (ex.: cavalo fantil).

2. Que tem os traços certos ou ideais para produzir boas crias (ex.: égua fantil).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/alara [consultado em 06-07-2022]