PT
BR
Pesquisar
Definições



afogado

A forma afogadopode ser [masculino singular particípio passado de afogarafogar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
afogadoafogado
( a·fo·ga·do

a·fo·ga·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que sobe até ao pescoço (vestido).

2. Asfixiado por imersão; sufocado.

afogarafogar
( a·fo·gar

a·fo·gar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Fazer morrer debaixo de água.

2. Apertar as goelas a; estrangular.

3. [Figurado] [Figurado] Não deixar desenvolver.

4. Reprimir, sufocar.

5. Embargar, impedir.

6. Oprimir, sobrecarregar.

7. Ensopar, cobrir de líquido.

8. Submergir.

9. Fazer subir (o vestido) até ao pescoço.


verbo intransitivo

10. Sentir afogo.

11. Abafar, não medrar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "afogado" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.




Gostaria de esclarecer qual a forma correta de escrever a palavra extra classe, ou seja, com hífen ou sem hífen?
Apesar de não se encontrar dicionarizada, a grafia correcta é extraclasse, pois, de acordo com o Acordo Ortográfico de 1945, o prefixo extra só se escreve com hífen quando o elemento que se lhe segue começa por vogal (ex.: extra-axilar, extra-oficial), h (ex.: extra-hepático), r (ex.: extra-regulamentar) ou s (ex.: extra-sensorial). A palavra extraordinário poderia parecer uma excepção a esta regra, mas na verdade ela não se formou com este prefixo, antes entrou no português já formada no latim.

Segundo o Acordo Ortográfico de 1990, o elemento de formação extra- apenas deve ser ligado por hífen a palavras que comecem por h ou por a (ex.: extra-hepático, extra-axilar). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, não deverá ser seguido de hífen e aquelas consoantes devem ser dobradas (ex.: extrarregulamentar, extrassensorial).