Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

Pesquisa por "p" nas definições

divíduo | adj.
    Diz-se do fonema produzido pela expulsão do ar após a separação dos órgãos factores como nas consoantes: b, p, d, t....

in- | pref.
    Elemento designativo de negação (ex.: infeliz), lugar, movimento para dentro, etc. (Converte-se em im- antes de b ou p; converte-se em ir- antes de r; converte-se em i- antes de l, m ou n.)...

não-vozeado | adj.
    Que é produzido sem vibração das cordas vocais (ex.: as consoantes [p], [t], [k], [f], [s] são não-vozeadas)....

p. | abrev.
    Abreviatura de página....

psi | abrev.
    Unidade de medida de pressão do sistema anglo-saxónico (símbolo: lb/in2); libra por polegada quadrada....

pan- | pref.
    Exprime a noção de totalidade, universalidade (ex.: panmixia, pan-americanismo)....

pico- | pref.
    Prefixo do Sistema Internacional que, colocado diante de uma unidade, a multiplica por 10-12 (símbolo: p) (ex.: picograma)....

peta- | elem. de comp.
    Prefixo do Sistema Internacional que, colocado diante de uma unidade, a multiplica por 1015 (símbolo: P) (ex.: petabyte)....

FFP | adj. 2 g.
    Diz-se de dispositivo que cobre parte da face e filtra gases, vapores, partículas de pó fino ou agentes infecciosos ou tóxicos (ex.: máscara FFP; respirador FFP)....

abrandamento | n. m.
    Transformação de um fonema forte ou surdo em brando ou sonoro como [p] em [b], [t] em [d], [k] em [g] (ex.: houve abrandamento na passagem do latim vacuum ao português vago)....

mogilalismo | n. m.
    Dificuldade de articular o p e o b, o v e o b ou o m e o b....

vozeamento | n. m.
    Transformação de um fonema não-vozeado ou surdo em vozeado ou sonoro como [p] em [b], [t] em [d], [k] em [g] (ex.: há vozeamento na passagem do latim lupum ao português lobo)....

PSA | n. m.
    Proteína segregada pela próstata cuja concentração é usada no rastreio e controlo do cancro da próstata....

PALOP | n. m.
    Acrónimo de país africano de língua oficial portuguesa....

PIB | n. m.
    Conjunto dos valores da produção global de um país....

acrónimo | n. m.
    Palavra formada com as letras ou sílabas iniciais de uma sequência de palavras, pronunciada sem soletração das letras que a compõem (ex.: OVNI [por objecto voador não identificado] e PALOP [por país africano de língua oficial portuguesa] são acrónimos)....

himalaíte | n. f.
    Explosivo poderoso, análogo à dinamite. (O nome de himalaíte provém do seu inventor português, P. Manuel António Gomes Himalaia [1868-1933].)...

mutacismo | n. m.
    Repetição da letra ou do som m em muitas palavras consecutivas....

Dúvidas linguísticas


Há uma colega minha que tem uma dúvida: existe ostracisei, e está bem escrito? E o que quer dizer ao certo?
O verbo ostracizar encontra-se registado no Grande Dicionário Língua Portuguesa da Porto Editora e significa “submeter ou submeter-se ao ostracismo” (ex.: os colegas ostracizaram o rapaz; para aliviar a ansiedade constante, ostracizava-se e procurava a solidão). É de referir que este verbo se formou juntando o sufixo -izar, muito produtivo em português, ao substantivo ostracismo (com queda do sufixo -ismo: ostrac[ismo] + -izar = ostracizar), pelo que deverá ser grafado com -z- no sufixo e não com -s-. A forma correcta será então ostracizei.



Gostaria que me explicassem melhor quando se deve utilizar obrigado ou obrigada. Devo eu, sendo mulher, dizer sempre obrigada?
Obrigado é um adjectivo que pode ser definido como "que se sente devedor de alguma coisa, geralmente um favor ou uma amabilidade” e pode normalmente ser sinónimo de agradecido, grato ou reconhecido. Este adjectivo deriva do verbo obrigar, sendo provável que fossem usuais construções semelhantes a Estou-lhe obrigado ou Ela ficou-lhe obrigada ou ainda Estamos muito obrigados pelo favor que nos fez, mas estas construções não são frequentes na língua contemporânea.

Quando obrigado é usado como forma de agradecimento, entende-se tradicionalmente que se trata de um uso adjectival, e por isso muitos gramáticos aconselham que o adjectivo deve concordar com o sujeito que se exprime: obrigado, se se tratar de um sujeito masculino; obrigada, se se tratar de um sujeito feminino; obrigados, se se tratar de um sujeito masculino plural e obrigadas, se se tratar de um sujeito feminino plural. No entanto, é possível considerar obrigado uma interjeição, pois nada há que justifique tratar-se de um adjectivo, quando usado isoladamente. Neste caso, e visto que as interjeições são palavras invariáveis, a forma a usar deverá ser única -obrigado -, independentemente do género ou número do sujeito que fala. Este caso de obrigado como interjeição poderá então aproximar-se de outros casos em que um adjectivo original perde a flexão e passa a constituir uma interjeição (ex.: Aplaudo essa proposta; apoiado! Óptimo; adorei os resultados! Pronto, meninas, vamos embora!).

Como conclusão, pode dizer-se que uma mulher pode agradecer de forma correcta com obrigada (utilizando um adjectivo que concorda em género e número com o sujeito falante) ou com obrigado (utilizando uma interjeição, que é invariável), mas um homem só deverá agradecer com obrigado, pois esta forma é a do adjectivo masculino singular e da interjeição.

Palavra do dia

deu·te·ro·pa·ti·a deu·te·ro·pa·ti·a


(grego deúteros, -a, -on, segundo, a seguir + -patia)
nome feminino

[Medicina]   [Medicina]  Doença secundária proveniente de outra anterior.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/p [consultado em 05-05-2021]