Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "incolor" nas definições

incolor | adj. 2 g.
    Que não tem cor; descolorido....

sulfídrico | adj.
    Diz-se de um ácido (H2S) formado de enxofre e de hidrogénio, e que é um gás incolor, muito tóxico, com cheiro a ovo podre, produzido pela decomposição das matérias orgânicas. (É também chamado hidrogénio sulfurado.)...

linoleico | adj.
    Diz-se de ácido gordo polinsaturado (C18H32O2) incolor, presente em vários óleos vegetais....

árgon | n. m.
    Elemento químico (símbolo: Ar), de número atómico 18, de massa atómica 39,94, gás incolor, que constitui cerca de um centésimo da atmosfera terrestre....

oxigénio | n. m.
    Gás simples, incolor, inodoro, comburente, mas não combustível, muito pouco solúvel na água, que faz parte da atmosfera e que sustenta a respiração e a combustão....

monóxido | n. m.
    Gás inodoro e incolor, resultante da combustão incompleta do carbono....

amoníaco | n. m.
    Gás incolor, de sabor muito cáustico, formado pela combinação do azoto e do hidrogénio....

acetal | n. m.
    Produto da oxidação do álcool (líquido incolor de cheiro etéreo)....

clorofórmio | n. m.
    Líquido incolor (CHCl3), de odor etéreo, resultante da acção do cloro sobre o álcool e utilizado como anestésico....

tinta | n. f.
    Líquido incolor que se enegrece quando é submetido à acção de certos agentes....

etanol | n. m.
    Álcool (C2H5OH) incolor e solúvel na água, produzido por fermentação de açúcares ou sinteticamente, usado, entre outras aplicações, em bebidas alcoólicas e como desinfectante, solvente, combustível, etc....

anilina | n. f.
    Substância líquida, incolor ou ligeiramente escura, extraída da nitrobenzina....

álcool | n. m.
    Álcool (C2H5OH) incolor e solúvel na água, produzido por fermentação de açúcares ou sinteticamente, usado, entre outras aplicações, em bebidas alcoólicas e como desinfectante, solvente, combustível, etc....

benzeno | n. m.
    Primeiro termo (C6H6) da série de hidrocarbonetos aromáticos, líquido incolor, volátil, combustível, obtido a partir da hulha e sobretudo do petróleo. (Empregado em encadernação para eliminar as manchas gordas.)...

metano | n. m.
    Gás incolor e inodoro (CH4), de densidade 0,554, que arde no ar com chama pálida. (Emana das matérias em putrefacção nos pântanos e constitui o grisu das hulheiras. É o constituinte essencial do gás natural.)...

nicotina | n. f.
    Alcalóide (C10H14N2) existente no tabaco, incolor e de cheiro activo....

nitrogénio | n. m.
    Elemento químico simples gasoso (símbolo: N), de número atómico 7, de massa atómica 14,006, incolor, inodoro e insípido....

zircão | n. m.
    Pedra preciosa natural, transparente, constituída por silicato de zircónio, amarela, verde, castanha, vermelha alaranjada (variedade chamada jacinto, muito apreciada), ou incolor ou ainda azul esverdeada. (O seu elevado índice de refracção aproxima-o do diamante, mas a sua pouca dureza afasta-o dele.)...

água-tofana | n. f.
    Veneno líquido muito tóxico, incolor, inodoro e insípido, composto à base de arsénico e de chumbo....

Dúvidas linguísticas


Gostaria de informar-lhes a respeito do nome "álibi" encontrado em vossa página. Consta, que "álibi" é uma palavra acentuada por ser uma palavra proparoxítona. Porém, devido ao latinismo, a mesma não apresenta nenhum tipo de acentuação. Para verificação da regra gramatical, ver MODERNA GRAMÁTICA PORTUGUESA, 37a. edição, EVANILDO BECHARA, página 92.
A palavra esdrúxula (ou proparoxítona) álibi corresponde ao aportuguesamento do latinismo alibi, que significa “em outro lugar”. O étimo latino, cuja penúltima vogal é breve, justifica a consagração desta forma com acento gráfico, sendo que o Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves (Coimbra: Coimbra Editora, 1966) e o Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa: Âncora Editora, 2001) referem, respectivamente, que é inexacta ou incorrecta, a forma aguda (ou oxítona) alibi. A Moderna Gramática Portuguesa, de Evanildo Bechara (37ª ed. revista e ampliada, Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2002), regista a forma alibi, mas marca-a como latinismo, isto é, como forma cuja grafia é a mesma do étimo latino, não respeitando as regras ortográficas do português que obrigam à acentuação gráfica de todas as palavras esdrúxulas. O Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa parece ser o único dicionário de língua portuguesa que regista a forma alibi (como palavra grave e com a correspondente transcrição fonética diferente de álibi), averbando-a em linha a seguir a álibi, como variante não preferencial (segundo as indicações da introdução dessa obra).



Tenho uma dúvida em relação à classificação das seguintes orações do poema «Prece» da Mensagem, e pedia uma ajudinha. «Mas a chama, que a vida em nós criou, Se ainda há vida ainda não é finda.»
Estes dois versos de Pessoa constituem uma frase complexa que contém três orações (que também podem ser designadas por frases, segundo a Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário publicada em Diário da República em Dezembro de 2004):
1) mas a chama [...] ainda não é finda - oração subordinante;
2) que a vida em nós criou - oração subordinada relativa restritiva, com antecedente (o antecedente é a chama);
3) se ainda há vida - oração subordinada adverbial condicional.

Palavra do dia

tu·gú·ri·o tu·gú·ri·o


(latim tugurium, -ii)
nome masculino

1. Habitação rústica. = CASEBRE, CHOÇA

2. [Figurado]   [Figurado]  Local onde alguém se pode abrigar. = ABRIGO, REFÚGIO


SinónimoSinônimo Geral: TEGÚRIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/incolor [consultado em 24-01-2022]