Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

Integrationsprozess

Palavra não encontrada. Sugerir a inclusão no dicionário da palavra pesquisada.
pub

Dúvidas linguísticas


Gostava que me informassem, se possível, sobre como se aplica o artigo na palavra personagem. Diz-se o personagem ou a personagem?
A palavra personagem entrou no português vinda do francês, e, regra geral, as palavras que no francês terminam em -age e que são masculinas (ex.: bagage, barrage, camouflage, dérapage, etc.), em português terminam em -agem e são femininas (ex.:bagagem, barragem, camuflagem, derrapagem, etc.). Acontece que o uso da palavra pelos falantes ou a influência do género masculino em francês levaram a que a palavra já esteja registada em obras lexicográficas de referência como palavra feminina ou masculina (por exemplo, no Vocabulário da Língua Portuguesa (1966) de Rebelo Gonçalves, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (2001), da Academia das Ciências/Verbo, no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (2002), do Círculo de Leitores, ou no Grande Dicionário Língua Portuguesa (2004), da Porto Editora).

O artigo definido deverá então concordar com o substantivo personagem em género e número, consoante a consideremos palavra feminina (O Jasão é a minha personagem favorita) ou masculina (A Medeia é o meu personagem favorito). O que é importante é, no mesmo texto ou documento, ser coerente com a opção tomada e mantê-la.




Gostaria de saber em que situações se utiliza mais bem comportada e melhor comportada.
A dúvida colocada diz respeito à construção do grau comparativo de superioridade de uma locução construída com bem e adjectivo participial (isto é, um adjectivo que deriva do particípio passado de um verbo) feita com mais bem ou com o advérbio melhor. Não há regras rígidas para este uso, mas a utilização de mais bem em vez de melhor é considerada mais correcta por várias obras de referência como dicionários e prontuários (ex.: Este trabalho está bem executado, mas o anterior estava ainda mais bem executado). Esta observação também é válida para mais mal ou pior (ex.: Este trabalho está mal executado, mas o anterior estava ainda mais mal executado).

No entanto, esta reflexão pode ser ainda mais complexa, pois muitas destas construções com mal e bem seguidos de adjectivo participial correspondem muitas vezes a uma palavra composta (é o caso do exemplo bem comportada referido na dúvida colocada, que aparece registado na maioria dos dicionários como bem-comportada, e também do seu antónimo, malcomportada). Neste caso trata-se de uma palavra única e o comparativo deve ser construído da forma mais regular, isto é, antecedido da palavra mais para o comparativo de superioridade (ex.: mais bem-comportada, mais malcomportada), e da palavra menos para o comparativo de inferioridade (ex.: menos bem-comportada, menos malcomportada).

Palavra do dia

al·ma·ço al·ma·ço


(português antigo a lo maço)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

Diz-se de ou espécie de papel grosso.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Integrationsprozess [consultado em 26-07-2021]