Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
2ª pess. plu. imp. de ineririnerir
1ª pess. sing. pret. perf. ind. de ineririnerir
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

i·ne·rir i·ne·rir - ConjugarConjugar
verbo intransitivo

Estar ou ser inerente.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Este bar não tem serviço de mesas. Os utentes que as utilizar devem deixá-las limpas como gostariam de as encontrar.
Nesta frase as utilizar está bem empregue ou devo escrever as utilizarem? Acho que utilizarem não soa muito bem. Além disso, obrigaria também a escrever as encontrarem, o que soaria ainda pior.
A frase correcta será: Os utentes que as utilizarem devem deixá-las limpas como gostariam de as encontrar. O verbo utilizar está, nesta frase, no Futuro do Conjuntivo, indicando um futuro possível, e deste modo concorda obrigatoriamente com o sujeito (os utentes) em número e pessoa. O verbo encontrar está no infinitivo não flexionado, pois serve de complemento nominal do verbo gostar e tem o mesmo sujeito ([Os utentes] gostariam de [os utentes] as encontrar.). Se por acaso o sujeito do verbo fosse diferente, o infinitivo deveria estar flexionado (ex.: Ele viu os utentes sujarem as mesas).



Tenho um dicionário de Língua Portuguesa e ao observar a divisão silábica me surgiu uma dúvida. Há palavras que são separadas pelo ponto e a outras palavras que foram separadas por dois pontos. O que esses dois pontos significam?
es.co.la
es.cri.tó.ri:o
Os dois pontos são usados por alguns dicionários para indicar, na divisão silábica para translineação, que um encontro de vogais (ex.: io em escritório) pode ser pronunciado como hiato (correspondendo a duas sílabas) ou como ditongo (correspondendo a uma sílaba).

No português do Brasil, por indicação do Formulário Ortográfico de 1943 (grupo XV, 7ª), não deveria haver translineação em qualquer tipo de ditongo, crescente (ex.: ia, io, ui) e decrescente (ex.: ai, au, oi), mas com a entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990 (Base XX), esta indicação deixou de ser válida, permitindo a divisão de vogais consecutivas que não façam parte de ditongos decrescentes:
"4.º As vogais consecutivas que não pertencem a ditongos decrescentes (as que pertencem a ditongos deste tipo nunca se separam: ai- roso, cadei- ra, insti- tui, ora- ção, sacris- tães, traves- sões) podem, se a primeira delas não é u precedido de g ou q, e mesmo que sejam iguais, separar-se na escrita: ala- úde, áre- as, ca- apeba, co- or- denar, do-er, flu- idez, perdo- as, vo-os. O mesmo se aplica aos casos de contiguidade de ditongos, iguais ou diferentes, ou de ditongos e vogais: cai- ais, cai- eis, ensai- os, flu- iu."

pub

Palavra do dia

mon·don·guei·ro mon·don·guei·ro
(mondongo + -eiro)
nome masculino

1. Pessoa que vende fressuras. = FRESSUREIRO

2. [Figurado]   [Figurado]  Pessoa que se ocupa em trabalhos sórdidos.

3. [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]   [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]  Indivíduo namorador e preguiçoso.


SinónimoSinônimo Geral: MUNDONGUEIRO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/Ineri [consultado em 26-11-2020]