PT
BR
Pesquisar
Definições



-az

A forma -azpode ser[nome masculino] ou [sufixo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
azaz


nome masculino

1. Gume.

2. Esquadrão, banda, ala do exército.

3. Arraial, acampamento.

4. [Figurado] [Figurado] Multidão, ala.

5. Grupo de lobos. = ALCATEIA

vistoPlural: azes.
etimologiaOrigem etimológica:latim acies, -ei, ponta, gume, espada, linha de batalha.
iconPlural: azes.
Confrontar: as, ás, às.
-az-az


sufixo

1. Indica relação (ex.: carnaz; galgaz).

2. Indica valor aumentativo (ex.: arcaz; canaz).

etimologiaOrigem etimológica:latim -ax, -acis.

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber o porque se usa tanto apartir de ou concerteza sendo que o correto é a partir de e com certeza ?
Este fenómeno acontece frequentemente com locuções muito usuais em que os utilizadores da língua têm dificuldades em identificar as fronteiras das palavras, o que tem como consequência erros ortográficos como apartir de (em vez de a partir de), concerteza (em vez de com certeza) ou derrepente (em vez de de repente).



Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem).

Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso.

Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.