Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

simplesmente

simplesmentesimplesmente | adv.
derivação de simplessimples
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

sim·ples·men·te sim·ples·men·te


(simples + -mente)
advérbio

1. Sem grandes recursos ou posses; com pouco dinheiro (ex.: as pessoas da aldeia eram pobres e viviam muito simplesmente). = MODESTAMENTE, PARCAMENTE

2. Sem ostentação; de maneira comum (ex.: a candidata estava vestida simplesmente, mas com bom gosto). = MODESTAMENTEVISTOSAMENTE

3. De modo fácil, simples (ex.: resumiu o livro o mais simplesmente possível). = FACILMENTECOMPLICADAMENTE, CONFUSAMENTE

4. De modo restrito ou exclusivo (ex.: não aceitou a proposta simplesmente porque não concordou com os termos do contrato; ele podia simplesmente responder à questão e não fazer comentários). = APENAS, MERAMENTE, SOMENTE, UNICAMENTE

5. Usa-se para dar valor enfático ou de intensidade (ex.: o passeio de barco foi simplesmente desastroso; o público simplesmente adorou a peça). = PURA E SIMPLESMENTE

6. Usa-se para indicar restrição (ex.: gosto muito do vestido, simplesmente não posso gastar tanto dinheiro) ou oposição (ex.: o jogador estava preparado para falar, simplesmente o clube não deixou que ele fosse entrevistado).


pura e simplesmente
Usa-se para dar valor enfático ou de intensidade (ex.: o filme é, pura e simplesmente, brilhante; o defesa não chegou a tempo, pura e simplesmente). = SIMPLESMENTE


sim·ples sim·ples


(latim simplex, -icis, que não é duplo, singelo, só, único, que não é complicado, sincero)
adjectivo de dois géneros e de dois números
adjetivo de dois géneros e de dois números

1. Que não resulta da junção de vários elementos ou de várias partes; que tem apenas um elemento ou constituinte. = INCOMPLEXOCOMPOSTO

2. Que se faz ou resolve com facilidade. = FÁCILCOMPLICADO, DIFÍCIL

3. Que não tem ou tem poucos ornatos ou enfeites (ex.: decoração simples). = DISCRETO

4. Que não tem luxo (ex.: vida simples). = MODESTOFAUSTOSO, LUXUOSO

5. De fácil interpretação ou que não tem muitos significados (ex.: discurso simples; gesto simples). = CLAROENIGMÁTICO, OBSCURO

6. Que não tem misturas. = NATURAL, PURO

8. Que é aquilo que aparenta; que mostra naturalidade. = MERO, NATURAL

9. Que não tem nada que o faça destacar ou distinguir (ex.: eu sou um simples trabalhador). [Usa-se geralmente antes do nome.] = COMUM, MERO, VULGAREXTRAORDINÁRIO

10. Que mostra ingenuidade ou credulidade; que não tem malícia. = CRÉDULO, INGÉNUO, INOCENTE, SINGELOMALICIOSO

11. [Botânica]   [Botânica]  Que não tem o limbo dividido (ex.: folhas simples).COMPOSTO

12. [Gramática]   [Gramática]  Que se conjuga sem um verbo auxiliar (ex.: futuro simples; tempo simples).

13. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Que tem apenas um núcleo ou uma oração (ex.: frase simples; sujeito simples).COMPOSTO

nome de dois géneros e de dois números

14. Pessoa humilde ou ignorante.

15. [Informal]   [Informal]   [Construção]   [Construção]  Armação, geralmente de madeira, para molde e suporte na construção de arco ou abóbada. = CIMBRE

Superlativo: simplicíssimo.Superlativo: simplicíssimo.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "simplesmente" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

problema é que, como acontece tantas vezes, o que parece verdade ou simplesmente plausível não o é..

Em a peida é um regalo ... do nariz a gente trata

De acordo com informações da Europa 1 , este voo foi simplesmente cancelado por causa

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

escolha, outros optaram por uma posição mais conservadora, e houve ainda os que simplesmente escreveram que não gostaram do que viram, não pela saia, mas pelo uso de...

Em VISEU, terra de Viriato.

Se trabalha, estuda ou simplesmente está à procura de uma boa diversão

Em Not

...viraria de cabeça para baixo, transformando completamente a maneira de viver e trabalhar, eu simplesmente não acreditaria..

Em www.caminhoes-e-carretas.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


No âmbito do meu trabalho surgiu-me uma dúvida na aplicação do Novo Acordo Ortográfico. Agradecia que me ajudassem. Segundo as regras a palavra “Egipto” deveria manter-se como tal pois o “p” sempre se leu, correto? A minha dúvida é que há vários meios de comunicação a falar “Egito” mas depois mantêm palavras com “Egípcios”, etc. Outra possibilidade é que na palavra em questão seja aceite a dupla grafia, mas mesmo assim seria o mais correto mantermos o “Egipto”, não?
A alínea b) do ponto 1.º da Base IV do Acordo Ortográfico de 1990 refere explicitamente o topónimo Egipto como uma das palavras em que o p se elimina porque “o c, com valor de oclusiva velar, das sequências interiores cc (segundo c com valor de sibilante), e ct, e o p das sequências interiores pc (c com valor de sibilante), e pt” se eliminam “nos casos em que são invariavelmente mudos nas pronúncias cultas da língua: ação, acionar, afetivo, aflição, aflito, ato, coleção, coletivo, direção, diretor, exato, objeção; adoção, adotar, batizar, Egito, ótimo” (o destaque é nosso).

Assim sendo, Egipto deverá passar a ser grafado Egito, porque o Acordo Ortográfico considera que o p dessa palavra nunca se pronuncia, ainda que seja notória a oscilação entre a pronúncia e o emudecimento dessa letra entre os falantes do português europeu. Uma vez que o p de egípcio e das suas flexões (egípcios, egípcia, egípcias) é sempre pronunciado, nestes casos não há alteração de grafia, ainda que possa parecer que se institui uma contradição entre a grafia do nome do país (Egito) e a do seu gentílico (egípcio).

A "Nota Explicativa" (ponto 4.3 – Incongruências aparentes) relativa à Base IV tenta justificar a divergência ortográfica entre estas palavras, afirmando que “a aplicação do princípio, baseado no critério da pronúncia, de que as consoantes c e p em certas sequências consonânticas se suprimem, quando não articuladas, conduz a algumas incongruências aparentes [...] De facto, baseando-se a conservação ou supressão daquelas consoantes no critério da pronúncia, o que não faria sentido era mantê-las, em certos casos, por razões de parentesco lexical”.




No Brasil, os meses são escritos em minúscula. Gostaria de saber se isso vale também para Portugal a partir do acordo ortográfico.
Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, deixa de haver obrigatoriedade também em Portugal de maiusculizar os nomes dos meses e das estações do ano (ex.: o teu aniversário é em janeiro; prefiro o inverno ao verão), como já acontecia na norma brasileira.

Também não é obrigatório o uso de maiúsculas nos dias da semana, o que contecia já segundo o disposto na base XXXIX do Acordo Ortográfico de 1945 (ex.: a festa é no sábado).

pub

Palavra do dia

ja·ca·çu ja·ca·çu


(de origem tupi)
nome masculino

[Brasil]   [Brasil]   [Ornitologia]   [Ornitologia]  Ave columbiforme (Patagioenas picazuro) da família dos columbídeos, encontrada na América do Sul. = POMBA-ASA-BRANCA

Confrontar: jacuaçu.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/simplesmente [consultado em 11-08-2022]