Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub
réisréis | s. m. pl.
reirei | s. m. | adj. m. | s. m. pl.
Será que queria dizer réis?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

réis réis
(plural de real, relativo a rei)
substantivo masculino plural

1. [Numismática]   [Numismática]  Antiga unidade monetária portuguesa e brasileira.


cinco réis de gente
[Informal]   [Informal]  Pessoa de pequena estatura ou franzina. = MIGALHA DE GENTE, PINGO DE GENTE

dez réis de gente
[Informal]   [Informal]  O mesmo que cinco réis de gente.

por dez réis de mel coado
[Informal]   [Informal]  Por pouco dinheiro.

Singular: real.Singular: real.
Confrontar: reis.

rei rei
(latim rex, regis)
substantivo masculino

1. Título de nobreza mais alto de um reino. = MONARCA, SOBERANO

2. O mesmo que rei consorte.

3. Título do pai do rei.

4. [Figurado]   [Figurado]  Pessoa, coisa ou entidade que tem poder ou influência.

5. Primeiro ou mais destacado entre os da sua classe ou área.

6. [Jogos]   [Jogos]  Primeira figura de cada naipe, nas cartas do baralho.

7. [Jogos]   [Jogos]  Principal peça do xadrez.Ver imagem

8. [Jogos]   [Jogos]  O que sentencia, em certos jogos.

adjectivo masculino
adjetivo masculino

9. Que é considerado o mais importante entre outros do mesmo género (ex.: o bacalhau será o prato rei do festival de gastronomia). [Como adjectivo, pode ser ligado por hífen ao substantivo que qualifica (ex.: desporto-rei).]


reis
substantivo masculino plural

10. [Religião católica]   [Religião católica]  Dia em que se celebra a adoração de Jesus pelos Reis Magos; dia de Reis.


rei consorte
Título do marido da rainha.

rei na barriga
Presunção, pretensão ou vaidade (ex.: chegaram aqui armados em finos e com o rei na barriga).

sem rei nem roque
Sem governo, em completa anarquia.

Feminino: rainha. Plural: reis.Feminino: rainha. Plural: reis.
Confrontar: réis.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "reis" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual é o correto: hoje é dia 16 ou hoje são 16?
As duas formas (hoje é dia 16/hoje são 16) estão correctas, pois o verbo ser está a concordar com o predicativo do sujeito no singular (dia 16) ou no plural (16).

O que poderia colocar dúvidas de correcção seria hoje é 16, pois nesse caso não haveria concordância com o predicativo do sujeito. Este caso pode ser interpretado de duas maneiras:

1) Trata-se de uma construção impessoal, isto é, sem sujeito, porque a palavra hoje seria apenas um adjunto adverbial e por isso o verbo, não podendo concordar com o sujeito, deve concordar com o predicativo do sujeito (hoje são 16). Outro exemplo muito semelhante é o das horas (ex.: São 16 horas, ou, se quiséssemos encontrar um adjunto adverbial semelhante, Agora são 16 horas). De acordo com esta interpretação, a construção hoje é 16 estaria incorrecta; no entanto, esta construção é muitas vezes aceite por se entender que a palavra dia está subentendida (hoje é [dia] 16).
2) Trata-se de uma construção em que hoje é sujeito, à semelhança de uma construção como A próxima sexta-feira é dia 16 ou As próximas sextas-feiras serão dia 16 e dia 23. Neste caso, se se entendesse que hoje é sujeito, o verbo poderia concordar com o sujeito ou com o predicativo do sujeito, isto é, as construções Hoje é 16 ou Hoje são 16 estariam correctas.




Depois de ter consultado várias gramáticas, prontuários e dicionários, não consigo tirar duas dúvidas de conjugações verbais:
1ª - Está correcto escrever-se "Já passava das duas da manhã quando aquele grupo de jovens se encontraram perto do restaurante."?
2ª - Está correcto escrever-se "Eles representam diversas correntes de opinião e devem exprimirem-se com liberdade."?
Não me soa bem e como vem escrito num local que eu pensava estar acima de qualquer suspeita, precisava "desesperadamente"; que me tirassem estas duas dúvidas.

Na frase Já passava das duas da manhã quando aquele grupo de jovens se encontraram perto do restaurante existe uma locução (aquele grupo de jovens) que corresponde a um sujeito da oração subordinada (quando aquele grupo de jovens se encontraram perto do restaurante) com uma estrutura complexa. Nesta locução, o núcleo do sintagma é grupo, e é com este substantivo que deve concordar o verbo encontrar. Desta forma, a frase correcta seria Já passava das duas da manhã quando aquele grupo de jovens se encontrou perto do restaurante.

Na frase Eles representam diversas correntes de opinião e devem exprimirem-se com liberdade há o uso incorrecto de um infinitivo pessoal (forma flexionada do infinitivo, ex.: exprimirem-se). O infinitivo pessoal de uma oração infinitiva completiva carece de sujeito próprio diferente do da oração principal (por exemplo na frase: A mãe pediu para eles não correrem no jardim, o sujeito da oração principal é A mãe e o sujeito da oração infinitiva completiva é eles). Em estruturas construídas com verbo auxiliar ou semiauxilar e verbo principal (ex. devem exprimir-se) deve ser utilizado o infinitivo impessoal (forma não flexionada, ex.: exprimir), pois essas estruturas correspondem apenas a uma oração com um só sujeito (eles devem exprimir-se) e a flexão verbal já está no verbo auxiliar ou semiauxiliar (devem). É este o caso da frase que nos colocou como dúvida, logo, a frase correcta será Eles representam diversas correntes de opinião e devem exprimir-se com liberdade. Abaixo encontram-se dois outros exemplos de estruturas semelhantes:

Em vez de: *Os bandidos que assaltaram o banco começaram a correrem.

Escreva-se: Os bandidos que assaltaram o banco começaram a correr.

Em vez de: *Há a possibilidade de as pessoas poderem copiarem os programas.

Escreva-se: Há a possibilidade de as pessoas poderem copiar os programas.


pub

Palavra do dia

ja·ne·a·nes ja·ne·a·nes
(talvez de João Anes, antropónimo)
substantivo de dois géneros e de dois números

1. [Antigo]   [Antigo]  Pessoa que se considera ter pouca importância. = BIGORRILHAS, JAGODES, JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

adjectivo de dois géneros e dois números e substantivo feminino de dois números
adjetivo de dois géneros e dois números e substantivo feminino de dois números

2. [Viticultura]   [Viticultura]  Diz-se de ou casta de uva. = SEM-NOME

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/reis [consultado em 19-09-2018]