PT
BR
Pesquisar
Definições



recortado

A forma recortadopode ser [masculino singular particípio passado de recortarrecortar], [adjectivoadjetivo] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
recortadorecortado
( re·cor·ta·do

re·cor·ta·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que tem recortes, sinuoso.

2. Entremeado; intercalado.


nome masculino

3. Obra ou adorno com recortes.

4. [Brasil] [Brasil] Dança das roças, com música, recortada.

recortarrecortar
( re·cor·tar

re·cor·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Cortar uma figura pelos contornos para a separar do fundo.

2. Fazer recortes em.

3. [Figurado] [Figurado] Entremear; intercalar.


verbo pronominal

4. Mostrar-se, imitando desenhos recortados.

Auxiliares de tradução

Traduzir "recortado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Tenho verificado a existência, ao longo do país , de repetição de topónimos; por exemplo: Trofa, Gondar, Bustelo. Qual é a etimologia dessas palavras?
Segundo o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 3 vol., 2003), de José Pedro Machado, o topónimo Bustelo, muito frequente em Portugal e na Galiza, talvez seja diminutivo de busto ‘campo de pastagem’. Quanto a Gondar, o autor aventa a hipótese de provir de uma hipotética forma gótica (ou goda) Gunthi-harjis ‘exército para combate’. Por fim, o topónimo Trofa é de origem obscura.