Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

parola

parolaparola | n. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de parolarparolar
2ª pess. sing. imp. de parolarparolar
fem. sing. de paroloparolo
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pa·ro·la |ó|pa·ro·la |ó|


(italiano parola, palavra)
nome feminino

1. [Informal]   [Informal]  Lábia; palavreado; tagarelice; conversa.

2. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Peta, mentira.


pa·ro·lar pa·ro·lar

- ConjugarConjugar

(parola + -ar)
verbo intransitivo

1. Falar demasiado, geralmente sobre futilidades. = PALRAR, TAGARELAR

2. Falar com alguém. = CONVERSAR, DIALOGAR


SinónimoSinônimo Geral: PAROLEAR


pa·ro·lo |ô|pa·ro·lo |ô|


(derivação regressiva de parolar)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

1. [Portugal, Informal, Depreciativo]   [Portugal, Informal, Depreciativo]  Que ou quem tem modos considerados rústicos ou simplórios. = ALARVE, PACÓVIO, PATEGO

2. [Portugal, Informal, Depreciativo]   [Portugal, Informal, Depreciativo]  Que ou quem revela mau gosto (ex.: que piada tão parola; têm a mania que são finos mas no fundo são uns parolos). = FOLEIRO, PIROSO


cantar um parolo a alguém
Corrigi-lo, admoestá-lo severamente, dizer-lhe o bom e o bonito.


SinónimoSinônimo Geral: SALOIO

Plural: parolos |ô|.Plural: parolos |ô|.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "parola" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

cidade sustentável, anti- parola etc..

Em avenida da salúquia 34

IL VUOTO Cinzia Marulli Forse si avvicina al silenzio la parola e con un sussurro di vetro vorrei parlarvi del vuoto dell’assenza primordiale dell’anima –...

Em Viva a Poesia

...institucional do país mas em boa verdade é apenas a representação de uma forma parola de exercer os cargos, a reboque da popularidade do futebol, por gente que se...

Em Depois Falamos

À snobeira (esnobeira em “brasileiro”) parola , a minha colega achou maneira de acrescentar, com desenvoltura, uma total e distraída...

Em De Rerum Natura

(esnobeira em "brasileiro") parola , a minha colega achou maneira de adicionar, com desenvoltura, uma total e distraída...

Em De Rerum Natura
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Gostaria de saber o aumentativo de balão (de ar) e de bala (de chupar).
O uso expressivo do grau aumentativo gera por vezes formas pouco frequentes, nem sempre registadas nos principais dicionários de língua, o que não invalida a sua boa formação. Assim, os substantivos balão e bala podem formar os aumentativos balãozão e balazona, respectivamente, ainda que relativamente informais. É ainda possível gerar outros aumentativos, seguindo processos igualmente regulares da língua para esse efeito; por exemplo, bala pode formar o aumentativo masculino balão (tal como boca e cadeira formam os aumentativos bocão e cadeirão), mas, como esta forma é homónima do substantivo masculino balão (“invólucro que contém ar”), é ambígua e pode originar má interpretação. Alternativamente, pode também utilizar adjectivos que traduzam a ideia de grandeza, como, por exemplo, grande ou enorme: bala enorme, balão grande, etc.
pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/parola [consultado em 02-12-2021]