Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

nimbes

2ª pess. sing. pres. conj. de nimbarnimbar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

nim·bar nim·bar

- ConjugarConjugar

(nimbo + -ar)
verbo transitivo

Cercar de nimbo ou de auréola.

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

James Ginzburg & Yair Elizar Glotman - Nimbes MP3 **Plush neo-classical/electro-acoustic soundtrack by Emptyset's James Ginzburg and fellow sound artist, Yair Elazar...

Em notonlylossless.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Uma amiga minha perguntou-me se esta palavra existe: experienciar.
O verbo experienciar, sinónimo de experimentar, está dicionarizado em diversas obras portuguesas para além do Dicionário Priberam, como sejam o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001), o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (6 vol., Lisboa: Círculo de Leitores, 2002), o Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004) ou o Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses (Lisboa: Texto Editores, 2007). A sua formação (a partir do substantivo experiência + sufixo -ar) é análoga à de outros verbos da língua portuguesa, como, por exemplo, influenciar, minudenciar, referenciar ou vivenciar.



No seguinte exemplo, o pronome do complemento directo deve vir antes ou depois do verbo?
- Já fizeste o trabalho?
- Sim, acabei de o fazer. / Sim, acabei de fazê-lo.
- Não, ainda tenho de o fazer. / Não, ainda tenho de fazê-lo.
Nas frases indicadas, as locuções verbais acabar de fazer e ter de fazer correspondem a construções em que os verbos acabar e fazer, seguidos da preposição de, são verbos auxiliares. Em geral, em locuções verbais com verbos auxiliares ou semiauxiliares (excepto com os que formam tempos verbais compostos: ex.: tem lido, foi lido), o clítico é colocado depois do verbo principal (ex.: O livro é interessante e posso lê-lo em dois dias; Ele veio visitar-me esta semana), podendo haver, menos consensualmente, colocação do clítico depois do verbo auxiliar ou semiauxiliar (ex.: O livro é interessante e posso-o ler em dois dias; Ele veio-me visitar esta semana). No entanto, quando a construção do verbo auxiliar ou semiauxiliar inclui uma preposição, especialmente de ou por, o pronome clítico pode ocorrer antes ou depois do verbo auxiliar (ex. Sim, acabei de o fazer. / Sim, acabei de fazê-lo), mas não depois do verbo auxiliar (ex. *Sim, acabei-o de fazer; o asterisco indica agramaticalidade).
Esta reflexão aplica-se também à outra frase apresentada (Não, ainda tenho de o fazer. / Não, ainda tenho de fazê-lo), mas nesse caso será ainda possível a opção Não, ainda o tenho de fazer, pois o advérbio ainda tem a propriedade de atracção do clítico (ver os casos referidos nas alíneas a) a j) da resposta posição dos clíticos).

pub

Palavra do dia

des·po·ta·do des·po·ta·do


(déspota + -ado)
nome masculino

Cargo, dignidade ou território da jurisdição de um déspota.

Confrontar: disputado.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/nimbes [consultado em 04-12-2022]