PT
BR
Pesquisar
Definições



mina

A forma minapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de minarminar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de minarminar], [adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros], [nome de dois géneros], [nome feminino] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
mina1mina1
( mi·na

mi·na

)
Imagem

Pequeno ponteiro de grafite para lápis ou lapiseiras.


nome feminino

1. Veio ou depósito natural de minérios. = JAZIGO

2. Conjunto de trabalhos realizados para extrair esses minérios.

3. Galeria construída para fazer esses trabalhos.

4. Nascente de água.

5. Galeria estreita para trazer subterraneamente a água de uma nascente.

6. Fonte de riquezas.

7. Negócio lucrativo.

8. Preciosidade.

9. Tesouro oculto.

10. Indivíduo que se deixa explorar.

11. Pequeno ponteiro de grafite para lápis ou lapiseiras.Imagem

12. [Armamento] [Armamento] Engenho de guerra explosivo que é detonado por contacto (ex.: mina anticarro; mina antipessoal).

13. [Militar] [Militar] Cavidade que, cheia de pólvora, faz ir pelos ares o que há por cima.

14. [Militar] [Militar] Caminho subterrâneo para levar os sitiantes ao lugar sitiado.

15. [Brasil] [Brasil] Mulher, geralmente jovem.

16. [Brasil] [Brasil] Mulher que sustenta o amásio.

17. [Brasil] [Brasil] Amante de gatuno ou rufião.


mina de ouro

Escavação para extrair ouro.

Aquilo que permite ganhar muito dinheiro.

mina submarina

Engenho bélico, contendo matérias explosivas, que se mergulha no mar, para explodir um navio.

mina terrestre

Engenho de guerra explosivo que se camufla no solo e que é detonado com a aproximação de pessoas ou veículos.

etimologiaOrigem etimológica:francês mine.
mina2mina2
( mi·na

mi·na

)


nome masculino

1. Medida agrária de gregos e romanos.

2. Peso e moeda dos gregos.

etimologiaOrigem etimológica:latim mina, -ae.
mina3mina3
( mi·na

mi·na

)


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

1. Relativo aos minas, povo que habita uma região do Togo e do Benim.


nome de dois géneros

2. Indivíduo dos minas.


nome masculino

3. [Linguística] [Lingüística] [Linguística] Língua do antigo Daomé, falada pelos minas.

etimologiaOrigem etimológica:[São Jorge da] Mina, topónimo [fortaleza em Elmina, cidade do Gana].
minar1minar1
( mi·nar

mi·nar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Abrir mina em.

2. Cavar por baixo de.

3. [Figurado] [Figurado] Corroer.

4. Invadir ocultamente.

5. Amofinar, atormentar.

6. Impedir propositadamente o êxito de algo ou alguém; agir para prejudicar algo ou alguém (ex.: os boatos pretendem minar a imagem do candidato). = SABOTAR

7. [Militar] [Militar] Colocar, no solo ou na água, minas ou engenhos explosivos que se podem detonar por contacto, geralmente de pessoas ou veículos.DESMINAR


verbo intransitivo

8. Lavrar ou conquistar terreno lentamente. = ALASTRAR, ESPALHAR-SE, PROPAGAR-SE

etimologiaOrigem etimológica:mina + -ar.
minar2minar2
( mi·nar

mi·nar

)
Imagem

Torre de mesquita, de onde os fiéis são chamados à oração.


nome masculino

Torre de mesquita, de onde os fiéis são chamados à oração.Imagem = ALCORANA, ALMÁDENA, ALMENARA, MINARETE

etimologiaOrigem etimológica:árabe manar, de manara, sítio onde está a luz, lanterna, farol.

Auxiliares de tradução

Traduzir "mina" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Qual a forma correta: "Ela é mais alta do que ele" ou "Ela é mais alta que ele"?
Ambas as frases estão correctas porque tanto a conjunção que quanto a locução conjuncional do que introduzem o segundo termo de uma comparação, conforme pode verificar clicando na hiperligação para o Dicionário Priberam.

Geralmente, do que pode ser substituído por que: este é ainda pior do que o outro = este é ainda pior que o outro, é preferível dizer a verdade do que contar uma mentira = é preferível dizer a verdade que contar uma mentira.

No entanto, quando o segundo termo da comparação inclui um verbo finito, como em o tecido era mais resistente do que parecia, a substituição da locução do que por que não é possível e gera agramaticalidade: *o tecido era mais resistente que parecia.




Escreve-se pôr do sol ou pôr-do-sol? E qual o plural?
Os dicionários e vocabulários de língua portuguesa não são unânimes no que respeita à grafia de pôr do Sol/pôr-do-sol, pois se há uns, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, 2001), que registam a forma hifenizada pôr-do-sol, outros há, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002), que preferem o registo da locução substantiva pôr do Sol (o Dicionário Houaiss não maiusculiza sol, mas, como se trata do astro propriamente dito, a utilização da maiúscula é necessária). Este último dicionário justifica a preferência pela locução com base no facto de o pôr ser um fenómeno astronómico comum a vários astros e não exclusivo do Sol, e também porque nenhum dicionário regista a correspondente palavra hifenizada nascer-do-sol. Este argumento parece fazer algum sentido, especialmente se considerarmos que construções como do pôr ao nascer do Sol não permitem a utilização do hífen.

Assim sendo, e uma vez que ambas as variantes se encontram registadas em obras lexicográficas de língua portuguesa, poderá optar por qualquer uma das duas formas, não devendo esquecer que num mesmo texto deverá manter a mesma opção, por uma questão de coerência.

O plural deverá ser pores do Sol ou pores-do-sol.