PT
BR
Pesquisar
Definições



melga

A forma melgapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de melgarmelgar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de melgarmelgar], [adjectivo de dois géneros e nome de dois génerosadjetivo de dois géneros e nome de dois géneros] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
melgamelga
|é| |é|
( mel·ga

mel·ga

)
Imagem

Espécie de mosquito.


nome feminino

1. Espécie de mosquito.Imagem

2. [Ictiologia] [Ictiologia] Peixe pequeno da feição da raia.


adjectivo de dois géneros e nome de dois génerosadjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

3. [Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Que ou quem é aborrecido ou inoportuno. = CHATO, IMPORTUNO, MAÇADOR

etimologiaOrigem etimológica:origem duvidosa.
melgarmelgar
|é| |é|
( mel·gar

mel·gar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

[Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Causar incómodo ou aborrecimento, geralmente com presença constante. = CHAGAR, CHATEAR, IMPORTUNAR

etimologiaOrigem etimológica:melga + -ar.

Anagramas

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Por favor poderiam me dar o feminino desta frase: Os músicos estão na praça!
Uma frase não tem feminino ou masculino.

Se a questão se coloca quanto ao sujeito Os músicos, o feminino da palavra músico é música (ex.: Ela é música). Se se referir ao conjunto de músicos e músicas, então terá de ser Os músicos. Assim, se o sujeito da frase for feminino plural, será As músicas (mesmo podendo ser confundido com as músicas = as canções, as melodias).




Gostaria de saber se a palavra "prosperação" existe no Dicionário da Língua Portuguesa Brasileira atual.
A palavra prosperação não se encontra registada em nenhum dos dicionários de língua portuguesa à nossa disposição, mas tem entrada no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras. Ainda que essa palavra não tivesse registo em obras lexicográficas, o seu uso não poderia ser condenado, uma vez que se encontra bem formada a partir da aposição do sufixo -ção ao verbo prosperar, seguindo o paradigma de formação de tantas outras palavras na língua portuguesa.