Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
língualíngua | s. f. | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

lín·gua lín·gua
(latim lingua, -ae)
substantivo feminino

1. [Anatomia]   [Anatomia]  Órgão móvel da cavidade bucal.Ver imagem

2. [Entomologia]   [Entomologia]  Tromba dos insectos lepidópteros.

3. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Sistema de comunicação comum a uma comunidade linguística.

4. [Figurado]   [Figurado]  Estilo de escrita, discurso ou expressão característicos de alguém.

5. Fiel da balança.

6. Parte estreita e comprida de terra banhada lateralmente por água.

substantivo masculino

7. Intérprete ou tradutor.


dar à língua
[Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Conversar, falar (ex.: gosta muito de dar à língua).

dar com a língua nos dentes
[Informal]   [Informal]  Fazer inconfidências; ser indiscreto.

língua afiada
Maledicente; insolente.

língua artificial
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Sistema linguístico criado artificialmente com determinado objectivo e que não se tornou língua materna de nenhum grupo humano, por oposição a língua natural (ex.: o esperanto é uma língua artificial).

língua comum
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Sistema linguístico usado para intercomunicação entre grupos com línguas ou dialectos diferentes, geralmente da mesma família (ex.: a coiné foi a língua comum da Magna Grécia).

Língua que é considerada base de um ramo ou família de línguas (ex.: o latim é a língua comum das línguas latinas).

língua de chegada
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua para a qual se quer traduzir um texto ou enunciado. = LÍNGUA-ALVO

língua de fogo
Labareda.

língua de origem
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  O mesmo que língua de partida.

língua de partida
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua da qual se quer traduzir um texto ou enunciado. = LÍNGUA DE ORIGEM, LÍNGUA-FONTE

língua de sinais
[Brasil]   [Brasil]   [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  O mesmo que língua gestual (ex.: língua brasileira de sinais).

língua d'oc
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Conjunto de dialectos falados a Sul do rio Loire, em França, onde oui, sim, se dizia outrora oc.

língua d'oïl
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Conjunto de dialectos falados a Norte do rio Loire, em França, onde oui, sim, se dizia outrora oïl.

língua estrangeira
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua aprendida pelo falante e que não é nem língua materna nem língua segunda.

língua franca
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Sistema de comunicação usado para estabelecer relações comerciais ou para comunicações básicas, numa comunidade em que coexistem duas ou mais línguas. = LÍNGUA VEICULAR

língua gestual
[Portugal]   [Portugal]   [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua que utiliza sinais com mãos e braços e expressões faciais, usada em comunidades que têm surdos (ex.: língua gestual portuguesa).

língua materna
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Primeira língua que uma pessoa adquire naturalmente ao longo da infância.

língua morta
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua que já não é falada naturalmente por uma comunidade linguística.

língua natural
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Sistema linguístico que é língua materna de algum grupo humano e é usado naturalmente como meio de comunicação por indivíduos que a aprenderam, por oposição a língua artificial (ex.: o processamento da língua natural é uma área da inteligência artificial).

língua pendente
[Veterinária]   [Veterinária]  Defeito da língua do cavalo que traz amiúde a língua fora da boca.

língua segunda
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua que não é língua materna, mas que é adquirida pelo falante e usada no quotidiano, normalmente por ser língua oficial ou língua escolar (ex.: muitos falantes de países africanos de língua oficial portuguesa têm o português como língua segunda).

língua védica
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Antiga língua indiana, considerada a forma arcaica do sânscrito. = VÉDICO

língua veicular
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  O mesmo que língua franca.

língua viperina
O mesmo que língua afiada.

língua viva
[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua que é falada actualmente.

puxar pela língua
[Informal]   [Informal]  Fazer alguém dizer mais do que queria ou devia; fazer falar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "língua franca" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.




Como se diz: existe diferenças significativas ou existem diferenças significativas entre duas populações?
O verbo existir é intransitivo e deve concordar com o sujeito, que, na frase em apreço, corresponde a um plural (diferenças significativas). Por este motivo, a frase correcta será existem diferenças significativas.

Esta hesitação em efectuar a concordância do verbo existir com o seu sujeito deriva provavelmente do facto de este verbo ser sinónimo, em algumas acepções, do verbo haver, que, neste sentido, é impessoal, isto é, não tem sujeito e deve sempre ser conjugado na terceira pessoa do singular (ex.: há diferenças significativas).

pub

Palavra do dia

são·-vi·cen·ti·no são·-vi·cen·ti·no
(São Vicente, topónimo + -ino)
adjectivo e substantivo masculino
adjetivo e substantivo masculino

1. Relativo à ilha de São Vicente, em Cabo Verde, ou o seu natural ou habitante.

2. Relativo à vila ou ao concelho de São Vicente, na ilha da Madeira, ou o seu natural ou habitante.

3. Relativo ou pertencente a qualquer localidade chamada São Vicente ou o seu natural ou habitante ou o seu natural ou habitante.

Feminino: são-vicentina. Plural: são-vicentinos.Feminino: são-vicentina. Plural: são-vicentinos.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/l%C3%ADngua%20franca [consultado em 22-01-2019]