Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

indigena

indígenaindígena | adj. 2 g. n. 2 g. | n. 2 g.
Será que queria dizer indígena?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

in·dí·ge·na in·dí·ge·na


(latim indigena, -ae, natural do país)
adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros
adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

1. Que ou aquele que é natural da região em que habita. = ABORÍGENE, AUTÓCTONE, NATIVO

2. Que ou quem pertence a um povo que habitava originalmente um local ou uma região antes da chegada dos europeus. = ABORÍGENE

nome de dois géneros

3. Natural de um país ou localidade.ÁDVENA


AntónimoAntônimo Geral: ALIENÍGENA, ESTRANGEIRO, FORASTEIRO

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "indigena" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Minha dúvida é a seguinte: Quando eu digo que vou emprestar algo (vou-te emprestar minha camiseta, por exemplo), essa frase está errada? E quando digo que vou emprestar algo de alguém (vou emprestar sua camiseta, por exemplo)? Queria saber se ambas as frases estão corretas, se são ambíguas ou algo do gênero ou se o verbo emprestar tem um jeito certo de ser usado.
O verbo emprestar é transitivo directo e pode significar “transferir ou dar temporariamente alguma coisa”, não necessariamente uma coisa possuída por quem empresta (neste sentido, vou-te emprestar a minha camisa significa vou ceder-te a minha camisa temporariamente e vou emprestar a sua camisa significa vou ceder temporariamente a sua camisa a outra pessoa). No português do Brasil, o verbo emprestar pode significar também “pedir temporariamente uma coisa a outrem” (neste sentido, vou emprestar a sua camisa significa vou pedir temporariamente a sua camisa). Por este motivo, ambas as frases estão correctas, podendo a segunda ser ambígua no português do Brasil.



Por favor, devo escrever monitoramento, monitoração, monitorizamento ou monitorização?
Todas as formas que menciona estão correctas do ponto de vista morfológico, sendo nominalizações possíveis dos verbos monitorar (monitoração, monitoramento) e monitorizar (monitorização, monitorizamento). Por sua vez, estes verbos provêm do mesmo étimo, o substantivo monitor, embora através de sufixos diferentes, -ar (monitorar) e -izar (monitorizar), ambos muito produtivos.

Do ponto de vista semântico também não há incorrecções a apontar, já que as formas monitorar / monitoração / monitoramento e as formas monitorizar / monitorização / monitorizamento são sinónimas entre si. No entanto, pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet revelam que a forma monitorar e os seus derivados são mais frequentes no português do Brasil e que a forma monitorizar e os seus derivados são mais frequentes no português de Portugal. As pesquisas revelam ainda que o substantivo mais usado no Brasil é monitoramento e que o substantivo equivalente mais usado em Portugal é monitorização.

pub

Palavra do dia

eins·têi·ni·o eins·têi·ni·o


([Albert] Einstein, antropónimo [físico alemão] + -io)
nome masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico artificial (símbolo: Es), de número atómico 99. = EINSTÉNIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/indigena [consultado em 18-04-2021]