PT
BR
Pesquisar
Definições



grade

A forma gradepode ser [primeira pessoa singular do presente do conjuntivo de gradargradar], [terceira pessoa singular do imperativo de gradargradar], [terceira pessoa singular do presente do conjuntivo de gradargradar], [nome feminino plural] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
gradegrade
( gra·de

gra·de

)
Imagem

Tudo o que, sem ser cheio ou compacto, mas formado de partes paralelas ou cruzadas, serve para resguardar ou vedar, como balaustradas, ripados, caniçados, etc.


nome feminino

1. Conjunto de barras paralelas ou cruzadas que veda ou separa. = GRADEADO, GRADEAMENTO, GRADIL

2. Divisória gradeada que separa que separa um local de clausura de outro em que o público é admitido.

3. Tudo o que, sem ser cheio ou compacto, mas formado de partes paralelas ou cruzadas, serve para resguardar ou vedar, como balaustradas, ripados, caniçados, etc.Imagem

4. Armação de madeira para transporte de mobília ou de outros objectos de grandes dimensões.

5. Armação de madeira detrás da qual se deita o feno, nas manjedouras.

6. Caixa com divisórias para transportar garrafas (ex.: grade de cerveja).

7. [Agricultura] [Agricultura] Instrumento, geralmente puxado por tracção motora ou animal, usado para aplanar e desfazer os torrões da terra lavrada (ex.: grade de arrasto; grade de discos).Imagem

8. [Pintura] [Pintura] Parte do cavalete em que o pintor prega a tela. = CAIXILHO

9. [Veterinária] [Veterinária] Instrumento para limpar cavalos.

10. [Veterinária] [Veterinária] Instrumento de cautério para gradear animais.

11. [Técnica] [Técnica] Molde de telha ou de tijolos.

12. [Caça] [Caça] Regresso da caça ou da pesca sem ter caçado ou pescado nada (ex.: apanhar uma grade; esta noite foi mais uma grade).

13. [Brasil] [Brasil] Quadro que representa um conjunto de factos ou de informações. = GRELHA

grades


nome feminino plural

14. Ausência de liberdade. = PRISÃO


atrás das grades

[Informal] [Informal] Na prisão.

grade curricular

[Brasil] [Brasil] Conjunto organizado das disciplinas de um curso.

etimologiaOrigem etimológica:latim crates, -is, grade, caniçado, sebe.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:gradaria, gradeamento.
gradar1gradar1
( gra·dar

gra·dar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

[Agricultura] [Agricultura] Aplanar e esterroar uma superfície com a grade (ex.: gradar a terra lavrada). = AGRADAR

etimologiaOrigem etimológica:grade + -ar.
gradar2gradar2
( gra·dar

gra·dar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

Tornar-se grado. = CRESCER, GRADECER

etimologiaOrigem etimológica:grado, graúdo, grande + -ar.
gradar3gradar3
( gra·dar

gra·dar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

Parecer bem ou corresponder ao que se espera. = AGRADAR, SATISFAZER

etimologiaOrigem etimológica:grado, vontade, gosto + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "grade" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



As palavras segmentos e seguimentos têm o mesmo significado? Ambas podem ser empregadas na seguinte frase: ... em cooperação com outros seguimentos [ou segmentos?], tais como órgãos públicos, universidades?
As palavras segmentos e seguimentos (que se pronunciam de modo semelhante no português do Brasil, mas não no de Portugal) não são sinónimas, ou seja, não têm o mesmo significado, como pode verificar seguindo as respectivas hiperligações para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Como tal, na frase que refere, a palavra que deve ser usada é segmentos, designando “sectores” (...em cooperação com outros segmentos, tais como órgãos públicos, universidades).



Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).