Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
espíritoespírito | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

es·pí·ri·to es·pí·ri·to
(latim spiritus, -us, sopro, ar, alma)
nome masculino

1. Coisa incognoscível que anima o ser vivo.

2. Entidade sobrenatural. = ABANTESMA, ALMA, ESPECTRO, FANTASMA

3. Ente imaginário.

4. Ser de um mundo invisível.

5. Conjunto das faculdades intelectuais (ex.: espírito curioso).

6. Vida.

7. Razão.

8. Inteligência.

9. Energia.

10. Carácter, índole.

11. Aptidão, capacidade.

12. Opinião, sentimento.

13. Intenção.

14. Génio, talento.

15. Pessoa.

16. Imaginação, graça, engenho.

17. Essência.

18. Sentido.

19. Ideia predominante.

20. Tendência.

21. Ar; sopro.

22. Respiração, hálito.

23. Parte volátil de um líquido. = ÁLCOOL

24. [Gramática]   [Gramática]  Sinal diacrítico do grego, para marcar a aspiração inicial ou a sua ausência.

25. [Religião]   [Religião]  Alma.

26. Alma do outro mundo.


espírito animal
Suposto fluido que leva as sensações ao cérebro.

espírito de contradição
Pessoa que tem a mania de contradizer, de estar sempre em oposição com as ideias ou os desejos dos outros.

espírito de porco
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Indivíduo que se intromete em situações ou assuntos complicados, atrapalhando ou dificultando a sua resolução.

espírito de vinho
Álcool.

espírito engarrafado
[Irónico]   [Irônico]  Falta de graça, de espirituosidade.

espírito forte
Pessoa descrente das máximas convencionais que a maioria afecta acatar.

espírito maligno
Demónio.

Espírito Santo
[Religião]   [Religião]  Uma das pessoas da trindade cristã.

espírito santo de orelha
Pessoa que sugere a outra o que há-de responder. = PARACLETO

Explicação, resposta ou informação que é sugerida secretamente.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "espírito" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Uma professora minha disse que nunca se podia colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo. É verdade?
Sobre o uso da vírgula em geral, por favor consulte a dúvida vírgula antes da conjunção e. Especificamente sobre a questão colocada, de facto, a indicação de que não se pode colocar uma vírgula entre o sujeito e o verbo é verdadeira. O uso da vírgula, como o da pontuação em geral, é complexo, pois está intimamente ligado à decomposição sintáctica, lógica e discursiva das frases. Do ponto de vista lógico e sintáctico, não há qualquer motivo para separar o sujeito do seu predicado (ex.: *o rapaz [SUJEITO], comeu [PREDICADO]; *as pessoas que estiveram na exposição [SUJEITO], gostaram muito [PREDICADO]; o asterisco indica agramaticalidade). Da mesma forma, o verbo não deverá ser separado dos complementos obrigatórios que selecciona (ex.: *a casa é [Verbo], bonita [PREDICATIVO DO SUJEITO]; *o rapaz comeu [Verbo], bolachas e biscoitos [COMPLEMENTO DIRECTO]; *as pessoas gostaram [Verbo], da exposição [COMPLEMENTO INDIRECTO]; *as crianças ficaram [Verbo], no parque [COMPLEMENTO ADVERBIAL OBRIGATÓRIO]). Pela mesma lógica, o mesmo se aplica aos complementos seleccionados por substantivos (ex. * foi a casa, dos avós), por adjectivos (ex.: *estava impaciente, por sair) ou por advérbios (*lava as mãos antes, das refeições), que não deverão ser separados por vírgula da palavra que os selecciona.

Há, no entanto, alguns contextos em que pode haver entre o sujeito e o verbo uma estrutura sintáctica separada por vírgulas, mas apenas no caso de essa estrutura poder ser isolada por uma vírgula no início e no fim. Estes são normalmente os casos de adjuntos nominais (ex.: o rapaz, menino muito magro, comeu muito), adjuntos adverbiais (ex.: o rapaz, como habitualmente, comeu muito), orações subordinadas adverbiais (ex.: as pessoas que estiveram na exposição, apesar das más condições, gostaram muito), orações subordinadas relativas explicativas (ex.: o rapaz, que até não tinha fome, comeu muito).




Gostaria de saber se é o correto escrever mis simpatia ou miss simpatia.
Das duas formas referidas, a forma correcta é Miss Simpatia. No entanto, já se encontra dicionarizado o aportuguesamento misse.

O estrangeirismo miss, forma de tratamento que, em inglês, precede o nome de uma mulher solteira (traduzido habitualmente por “menina”, em português de Portugal, ou por “senhorita”, em português do Brasil), tornou-se frequente em concursos, geralmente de beleza, como título atribuído à vencedora desses concursos ou modalidades: Miss Universo, Miss Fotogenia, etc. O equivalente masculino é mister, termo também tomado de empréstimo à língua inglesa (ex.: Mister Universo, Mister Músculo), mas que não se deve confundir com o homógrafo mister, de origem latina. É de referir que também já se encontra dicionarizado o aportuguesamento míster.

Se optar pelos anglicismos miss ou mister em vez dos correspondentes aportuguesamentos misse e míster, é aconselhável o uso de itálico para realçar que se trata de palavras estrangeiras adoptadas pelo português.

pub

Palavra do dia

o·ca·ra |ò| o·ca·ra |ò|
(tupi o'kara)
nome feminino

[Brasil]   [Brasil]  Praça de uma aldeia indígena.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/esp%C3%ADrito [consultado em 09-08-2020]