Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
esbaldaresbaldar | v. pron.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

es·bal·dar es·bal·dar
(es- + balde + -ar)
verbo pronominal

1. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Entregar-se com vontade e entusiasmo à diversão (ex.: é um programa para você se esbaldar até de manhã).

2. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Fazer algo com o máximo de dedicação, esforço ou energia (ex.: esbaldou-se na preparação do congresso).

Nota: usa-se apenas como verbo pronominal.
pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber qual a conjugação correcta: ver-nos-emos ou veremo-nos, ou as duas?
A forma correcta de escrever o verbo ver no futuro do indicativo com o clítico nos é ver-nos-emos (no português do Brasil, fora da norma culta, é mais frequente a colocação do pronome clítico antes do verbo, pelo que o mais usual será nos veremos).

A grafia *veremo-nos está incorrecta, pois, ao contrário dos outros tempos verbais, o futuro do indicativo e o condicional, também chamado futuro do pretérito, obrigam à colocação do pronome clítico entre o radical do verbo (ex.: ver-) e a terminação que indica o tempo verbal e a pessoa gramatical (ex.: -emos). Assim sendo, a forma correcta é ver-nos-emos no futuro (ex.: ver-nos-emos quando eu regressar) e ver-nos-íamos no condicional (ex.: ver-nos-íamos obrigados a subir o preço).

É de notar que a reflexão acima não se aplica se houver alguma palavra ou partícula que provoque a próclise do clítico, isto é, a sua colocação antes do verbo (ex.: só nos veremos quando eu regressar, não nos veríamos obrigados a subir o preço).




Qual o motivo do pingo ou ponto nas letras i e j?
A história da ortografia (portuguesa ou outra qualquer) baseia-se no estabelecimento de sinais gráficos inequívocos convencionados para representar os sons da fala. No início da história ortográfica havia uma total falta de uniformidade e a maneira de escrever variava de autor para autor. Só mais tarde começou a haver preocupação com a simplificação ou com a utilização sistemática dos mesmos sinais para representar (quase) sempre o mesmo som.

Tudo indica, por isso, que o ponto no i minúsculo tenha servido para distinguir esta letra de outros caracteres, nomeadamente do l (ele) ou do 1 (um). É de notar que o i maiúsculo não leva ponto, pois é mais fácil reconhecê-lo se comparado com os outros caracteres (I, L/l, 1), ainda que se confunda com o l (ele) minúsculo.

O problema, apesar de parecer ultrapassado, ainda se coloca hoje, por exemplo, no reconhecimento automático de caracteres em textos digitalizados, onde muitas vezes as referidas letras são confundidas.

pub

Palavra do dia

cha·za·da |chà| cha·za·da |chà|
(chá + -z- + -ada)
substantivo feminino

1. [Informal]   [Informal]  Chá em abundância.

2. Refeição em que se toma chá.

3. Porção de chá.

4. [Informal]   [Informal]  Acto de repreender com severidade. = CHÁ, DESCOMPOSTURA, REPRIMENDA

5. [Informal]   [Informal]  Coisa desinteressante ou aborrecida.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/esbaldar [consultado em 15-12-2019]