PT
BR
Pesquisar
Definições



desenvolver

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
desenvolverdesenvolver
|ê| |ê|
( de·sen·vol·ver

de·sen·vol·ver

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Tirar do invólucro ou daquilo que envolve. = DESEMBRULHAR

2. Desdobrar ou desenrolar o invólucro de.

3. Fazer crescer; aumentar as faculdades intelectuais de.

4. Dar incremento a.

5. Propagar.

6. Expor minuciosamente.

7. Tornar claro (o obscuro). = EXPLICAR

8. Ampliar; tirar consequências (a um tema ou tese).

9. Examinar em todos seus aspectos.

10. Fazer perder o acanhamento ou o pejo a.

11. Representar num plano todos os lados de uma construção.


verbo pronominal

12. Crescer.

13. Progredir.

14. Aumentar.

15. Propagar-se; estender-se, prolongar-se.

16. Perder o acanhamento.

etimologiaOrigem etimológica:des- + envolver.

Auxiliares de tradução

Traduzir "desenvolver" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Ministrar pode usar-se como leccionar no seguinte contexto: curso de formação profissional ministrado para a entidade X? Se não, qual a palavra mais adequada para a frase indicada?
O verbo ministrar pode ser sinónimo de leccionar e, tal como este, quando selecciona um complemento indirecto constrói-se usualmente com a preposição a, pelo que no contexto indicado deveria figurar Curso de formação profissional ministrado à (= crase da preposição a + artigo definido a) entidade X.



Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem).

Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso.

Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.