Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
desbundadesbunda | s. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de desbundardesbundar
2ª pess. sing. imp. de desbundardesbundar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

des·bun·da des·bun·da
(derivação regressiva de desbundar)
substantivo feminino

1. [Informal]   [Informal]  Acto ou efeito de desbundar.

2. [Informal]   [Informal]  Grande folia, diversão. = FARRA

3. [Informal]   [Informal]  Perda de compostura. = DESCOMEDIMENTO


des·bun·dar des·bun·dar - ConjugarConjugar
(des- + bunda + -ar)
verbo transitivo

1. [Informal]   [Informal]  Causar sensação, impacto. = DESLUMBRAR

verbo intransitivo

2. [Informal]   [Informal]  Perder o controlo, a compostura.

3. [Informal]   [Informal]  Divertir-se euforicamente. = FARRAR

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


A palavra missa é na verdade uma palavra originária do latim? Gostaria de saber qual o sentido genérico dessa palavra.
O substantivo missa deriva do latim missa que corresponde à forma feminina do particípio passado do verbo mittere ‘enviar’. Esta palavra fazia parte da fórmula latina de fecho de cada missa (Ite, missa est ‘ide, está enviada [a oração ou a mensagem]’), que está na origem desta forma para designar a celebração da eucaristia.



“Daniel Sampaio visitou a escola que frequentara, mas constatou que tudo estava diferente, ainda que o espaço físico fosse o mesmo.”
Tenho algumas dúvidas na divisão e classificação das orações da frase acima e ainda nas funções sintácticas desempenhadas pelas seguintes palavras na mesma frase:
- a escola
- Daniel Sampaio
- tudo
- diferente
Será que me poderiam esclarecer?
A frase transcrita contém 5 orações: 1) Daniel Sampaio visitou a escola (oração subordinante); 2) que frequentara (oração subordinada adjectiva relativa restritiva); 3) mas constatou (oração coordenada adversativa); 4) que tudo estava diferente (oração subordinada substantiva integrante) e 5) ainda que o espaço físico fosse o mesmo (oração subordinada adverbial concessiva).
Relativamente às funções sintácticas, na oração “Daniel Sampaio visitou a escola que frequentara”, “Daniel Sampaio” desempenha a função de sujeito (é com essa expressão que o verbo concorda) e a “escola que frequentava” é o complemento directo (a expressão “a escola” é apenas uma parte do complemento directo). Na oração “que tudo estava diferente”, “tudo” desempenha a função de sujeito e “diferente” a função de predicativo do sujeito.
A nomenclatura da classificação das orações ou das funções sintácticas pode variar, mas esta é uma classificação possível.

pub

Palavra do dia

ga·lo·le ga·lo·le
(origem obscura)
substantivo masculino

[Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Língua malaio-polinésia falada a leste de Timor. = GALÓLI, GALOLO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/desbunda [consultado em 07-12-2019]